Mais de 2 milhões de jovens de 16 a 18 anos se cadastraram para votar, diz TSE

Mais de 2 milhões de jovens entre 16 e 18 anos se inscreveram para votar nos quatro primeiros meses de 2022 (Foto: Getty Images)
Mais de 2 milhões de jovens entre 16 e 18 anos se inscreveram para votar nos quatro primeiros meses de 2022 (Foto: Getty Images)

Resumo da notícia

  • Edson Fachin, presidente do TSE, revelou que mais de 2 milhões de jovens se inscreveram para votar

  • Fachin agradeceu aos influenciadores e à imprensa pelo incentivo

  • Nos últimos 31 dias, foram mais de 8 milhões de solicitações para regularização de título feitas nos cartórios presenciais e online

Nesta quinta-feira (5), o presidente do Tribunal Superior Eleitoral, o ministro Edson Fachin, anunciou que 2.042.817 jovens entre 16 e 18 anos entre janeiro de abril de 2021.

“A juventude brasileira foi convocada a participar das eleições brasileiras em outubro. E a resposta foi impressionante. Bom lembrar que a Justiça Eleitoral sempre realiza campanhas de conscientização e incentivo ao eleitorado como um todo, em especial dos jovens”, disse Fachin durante sessão nesta manhã. “Desta vez, o que vimos foi a sociedade brasileira pela democracia.”

O número representa um aumento de 47,2% em relação ao mesmo período de 2018 e de 57,4% quando comparado aos quatro primeiros meses de 2014 – dois anos eleitorais. Segundo Fachin, esse é o resultado de uma mobilização encabeçada pelo TSE.

Os números ainda são parciais, segundo Fachin. O perfil do eleitorado brasileiro será apresentado no mês de julho

Dados gerais

Em um mês, o TSE registrou 8.951.527 pedidos de novos títulos ou regularização da situação eleitoral entre todas as idades. “E é com orgulho e satisfação que anuncio agora o resultado parcial de todo esse esforço que superou todos os recordes já registrados pela Justiça Eleitoral brasileira em 90 anos”, afirmou o ministro.

Edson Fachin agradeceu também a todos que se envolveram em campanhas de conscientização para que as pessoas regularizassem a situação eleitoral ou se inscrevessem para votar, além da imprensa.

“Jovens de todas as idades que participaram e criaram conteúdos nas redes sociais para chamar a atenção de todos para a regularização do título, para o cadastramento eleitoral dos jovens e para a regularização dos jovens de todas as pessoas, inclusive e de modo especial daquelas que merecem nosso respeito e consideração, que são as pessoas com mais de 70 anos, que cumpriram sua jornada da vida e se mantém no dever cívico de votar.”

Agora, segundo Fachin, o desafio é que todos os inscritos para votar estejam presentes no dia 2 de outubro, data do primeiro turno da eleição.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos