Mais de 200 pessoas foram batizadas no Brasil com homenagem a Pelé

Desde a década de 1960, pelo menos 222 pessoas receberam nome em homenagem a Pelé no Brasil.
Desde a década de 1960, pelo menos 222 pessoas receberam nome em homenagem a Pelé no Brasil. Foto: (Shirlaine Forrest/WireImage)

Homenagens no batismo de crianças são comuns no mundo todo, principalmente quando se trata de algum ente querido que deixou saudade na família ou até mesmo para perpetuar o nome do patriarca ou da matriarca da família, mas o que chamou a atenção de um levantamento feito pela Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais (Arpen-Brasil), a pedido da TV Globo, mostrou um Brasil que homenageia Pelé há sete décadas.

Desde os anos de 1960, pessoas são registradas no país com o nome de Edson Arantes - sem o 'Nascimento' - em 16 estados diferentes do Brasil. Minas Gerais, com 69 casos, é o estado que lidera o ranking, seguido de São Paulo, com 66, Paraná, com 39 e Pernambuco, com 20. Os registros, de acordo com o estudo, foram feitos em 176 cidades diferentes.

Leia também:

A grande parte dos homônimos de Pelé (60%) foi registrada entre os anos de 1970 e 1979, década em que o tricampeonato mundial foi conquistado. Apenas no ano do título, 30 pessoas receberam o nome do maior jogador de futebol da história.

Bolas autografadas de Pelé são leiloadas por até R$ 30 mil

Itens de coleção fazem parte do imaginário de todo torcedor de futebol que se interessa pelo esporte, ainda mais quando se trata do maior jogador de todos os tempos. Réplicas das bolas da Copa do Mundo de 1966, que contam com o autógrafo de Pelé, chegam a ser vendidas por quase R$ 30 mil em sites de leilões virtuais. Em um dos renomados sites da Inglaterra, o artigo de coleção foi vendido por mais de 4,5 mil libras, cerca de R$ 29,5 mil na cotação atual.

Já a famosa 'bola do gol mil', a mais importante da carreira de Pelé, já foi leiloada algumas vezes, sempre tendo seu valor aumentado. Em 2005, Roberto Justus arrematou o item por 22,4 mil dólares, à época, a cotação equivalia a R$ 60 mil. Em 2016, após outros leilões feitos com a mesma, ela foi vendida por 60 mil dólares, o que, no câmbio atual, ultrapassaria os R$ 300 mil.