Mais de 37 mil eleitores se registraram com nome social, diz TSE

Eleições: Para disputar o pleito em 2022, 36 pessoas candidatos e candidatas se registraram com nome social. (Foto: Divulgação/TSE)
Eleições: Para disputar o pleito em 2022, 36 pessoas candidatos e candidatas se registraram com nome social. (Foto: Divulgação/TSE)
  • Aumento foi de 373% em relação a 2018;

  • O estado com maior percentual é o Rio de Janeiro, com 34,1% do eleitorado, somando 12.827 pessoas;

  • Acre é o estado com a menor quantidade, com 89, que representa 0,2% do eleitorado nacional.

Para as eleições deste ano, 37.646 brasileiros vão votar usando o nome social. Comparando com dados de 2018, segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o aumento foi de 373% em relação a 2018, quando somavam apenas 7.945 eleitores. O estado com maior percentual é o Rio de Janeiro, com 34,1% do eleitorado, somando 12.827 pessoas. As informações são da CNN Brasil.

Na divisão por gênero, são 20.129 eleitoras e 17.517 eleitores transgênero, transexuais e travestis, sendo a terceira eleição em que podem votar com o nome escolhido para o títulos de eleitor.

O Rio de Janeiro tem o maior número de eleitores com nome social, 34,1% do eleitorado, somando 12.827 pessoas. São Paulo fica em segundo lugar, com 10.035 pessoas (26,6% do eleitorado nacional). O Acre é o estado com a menor quantidade, com 89, que representa 0,2% do eleitorado nacional.

O nome social é um direito conquistado pela população LGBTQIAP+ para que pessoas transgênero, transexuais e travestis para escolher o nome com o qual se identificam e querem se reconhecidos. Para disputar o pleito em 2022, 36 pessoas candidatos e candidatas se registraram com nome social.

Um levantamento da VoteLGBT+, organização não-governamental que na luta pela representatividade de pessoas LGBTQIAP+ na política, mostrou que 214 pedidos de registros de candidaturas desse público nas eleições deste ano - aumento de 36% em relação às eleições de 2018.

Qual a data das Eleições 2022?

O primeiro turno das eleições será realizado no dia 2 de outubro, um domingo. Já o segundo turno – caso necessário – será disputado no dia 30 de outubro, também um domingo.

Veja a ordem de escolha na urna eletrônica nas Eleições 2022

  1. Deputado federal (quatro dígitos)

  2. Deputado estadual (cinco dígitos)

  3. Senador (três dígitos)

  4. Governador (dois dígitos)

  5. Presidente da República (dois dígitos)