Mais um suspeito de integrar quadrilha que roubou R$ 2 milhões de banco é preso

ALFREDO HENRIQUE
·2 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Foi preso na noite desta sexta-feira (30), no centro da capital paulista, mais um suspeito de envolvimento no assalto em que criminosos levaram cerca de R$ 2 milhões de uma agência bancária, entre a noite de 29 e a madrugada de 30 de agosto, em Botucatu (238 km de SP). Em 12 de setembro, outro homem foi preso, na zona norte da capital, suspeito de envolvimento no assalto. Já em 5 de agosto, outro homem foi detido na zona leste e, três dias antes, quatro mulheres e um homem também foram presos, sob a suspeita de prestar apoio médico à quadrilha -- que trocou tiro por mais de duas horas com a polícia. No momento em que foi preso nesta sexta o homem, que não teve a identidade informada, estava em um hospital na avenida Paulista, onde segundo a polícia pretendia retirar fragmentos de munições em seu corpo, por meio de uma cirurgia. Câmera de monitoramento registra a movimentação de policiais militares durante a ação de bandidos armados em Botucatu (238 km de SP) entre a noite do dia 29 e a madrugada do dia 30 de agosto de 2020 Reprodução **** A polícia chegou à unidade de saúde após funcionários desconfiarem dos documentos do homem que, de acordo com a polícia, eram falsos. "Mesmo sedado, ele tentou fugir dos policiais, mas foi detido", diz trecho de nota da SSP (Secretaria da Segurança Pública), gestão João Doria (PSDB). Havia um mandado de prisão expedido pela Justiça contra o suspeito. Após a prisão, o homem fez exames no Instituto Médico Legal e ficou à disposição da Justiça. Não foram divulgados detalhes sobre seu estado de saúde. O grupo do qual o homem preso nesta seta faria parte trocou tiro por mais de duas horas com a polícia, entre o fim da noite de 29 e a madrugada de 30 de agosto em Botucatu. Na ocasião, foram levados cerca de R$ 2 milhões de uma agência bancária. Segundo a Polícia Civil informou na ocasião, o valor total do roubo foi de R$ 3,6 milhões. Porém, R$ 1,6 milhão foi recuperado após ser abandonado pelos assaltantes durante a fuga.