Mais uma vez adiada

Centenas de indígenas marcharam, pelo segundo dia, até a frente do Supremo Tribunal Federal em Brasília, na quinta-feira, em protesto contra a votação de um 'marco temporal' que poderia eliminar terras consideradas ancestrais e que mais uma vez foi adiada. Nesta sexta-feira, uma aliança de organizações indígenas da Amazônia pediu a proteção internacional de 80% da região.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos