Major Olímpio protocola pedido para retirar MP que suspende salários: “Apagar fogo com gasolina”

Senator Major Olimpio sugeriu que, se houver suspensão de salários, trabalhadores recebam contrapartida (Foto: REUTERS/Adriano Machado)

O senador Major Olímpio (PSL-SP) protocolou nesta segunda-feira um pedido de retirada da Medida Provisória 927, que suspende o pagamento de salários de trabalhadores por até quatro meses. O pedido foi entregue ao presidente da casa, Davi Alcolumbre.

E nos siga no Google News:

Yahoo Notícias | Yahoo Finanças | Yahoo Esportes | Yahoo Vida e Estilo

“Não podemos apagar fogo com gasolina. A Medida Provisória do governo prejudica demais os trabalhadores sem dar um respaldo para eles”, argumenta. O senador ainda defende que, caso a MP siga, é preciso liberar o FGTS e o seguro desemprego para que os trabalhadores possam se sustentar.

Para Olímpio, o objetivo do governo é tentar promover a sobrevida das empresas. No entanto, para ele, a MP “condena a morte, talvez até física, dos trabalhadores”. “Vai pra casa, se você não morrer, daqui alguns meses você volta”, ironizou.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Mais cedo, no Twitter, o presidente Jair Bolsonaro escreveu que “ao contrário do que espalham, (a MP) resguarda ajuda possível para os empregados”.

Leia também

Quem também se pronunciou via redes sociais foi a deputada estadual por São Paulo Janaína Paschoal. Ela fez um apelo para que os empregadores que puderem continuem pagando salários aos funcionários. “Os que precisarem suspender, ou reduzir, pagamentos, que o façam primeiro relativamente aos maiores salários”, sugeriu. “Quem ganha mais, em regra, tem reservas. Quem ganha menos, em regra, recebe e gasta nas despesas básicas. Se precisarmos cortar, que cortemos de quem tem reservas.”