'Mal-estar súbito', afirma Padre Fábio de Melo sobre sua mãe, que piora da Covid

·2 minuto de leitura
***FOTO DE ARQUIVO***Celebridades 07.11.2016 - Um dos fenmenos de popularidade da Igreja Catlica, vendedor de discos e livros de sucesso, ele acaba de gravar um CD s com clssicos sertanejos. (Foto : Karime Xavier/Folhapress)
***FOTO DE ARQUIVO***Celebridades 07.11.2016 - Um dos fenmenos de popularidade da Igreja Catlica, vendedor de discos e livros de sucesso, ele acaba de gravar um CD s com clssicos sertanejos. (Foto : Karime Xavier/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O padre Fábio de Melo, 49, afirmou nesta quinta-feira (18) que o estado de saúde de sua mãe, Ana Maria Melo, piorou e que ela foi transferida para UTI (Unidade de Terapia Intensiva) no final da tarde desta quarta (17). Ela foi infectada pelo vírus da Covid-19 dias antes de tomar a primeira dose da vacina, em 4 de março, segundo o religioso.

"Meus queridos amigos, muitas pessoas estão me pedindo notícias de minha mãe. Ontem, no final da tarde, ela teve um mal-estar súbito. A dificuldade para respirar fez com que aumentassem o volume de oxigênio. Ela está na UTI", diz o padre em seu perfil nas redes sociais.

Ele disse ainda que é provável que o "quadro tenha sido provocado por alguma condição cardíaca". "Ela continua feliz, disposta, gentil e grata. Nela não há nenhum vestígio de rancor, mágoa com a doença. Tenho tentado fazer o mesmo."

Fábio de Melo agradeceu o carinho dos fãs e amigos e, de maneira especial, aos profissionais da saúde que cuidam dela. "A minha mãe é uma aula que nunca termina. Eu tenho a graça de aprender todo o dia com ela. Mesmo na dor."

Antes de ser internada, padre Fábio de Melo registrou o momento em que a mãe foi vacinada e ressaltou a alegria desse momento. No dia 13 de março, o padre disse que a mãe começou a ter pigarro e, por precaução, fez o exame novamente e foi constatado estar com Covid. Ela foi hospitalizada no mesmo dia.

"So Deus sabe a angustia que tomou conta de mim. Uma questao de cinco dias antes, horas, e a vacina teria gerado alguma imunidade. Ha em mim uma sensacao de fracasso. O numero 5 nunca foi tao decisivo em minha vida", escreveu o padre.