Maluf parabeniza Lula e Alckmin por 'vitória da democracia' e diz rezar por eles

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O ex-governador Paulo Maluf, 91, parabenizou, nesta segunda-feira (31), o presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e seu vice eleito, Geraldo Alckmin (PSB), pela vitória nas eleições presidenciais de 2022.

"Presidente Lula e vice-presidente Alckmin, cumprimento pela vitória da democracia", escreveu Maluf à dupla.

"Abraço-lhes fraternalmente pelo apreço aos mais pobres e peço a Deus e a Nossa Senhora Aparecida que os protejam e os inspirem a construir um Brasil grandioso e justo para todos", finalizou.

Durante a disputa pelo Governo de São Paulo no pleito deste ano, a figura de Paulo Maluf foi resgatada com a tentativa de Rodrigo Garcia (PSDB) e Fernando Haddad (PT) de vincular um ao outro ao ex-governador.

Maluf já comandou o estado e a capital, influenciou disputas locais por anos e, sobretudo, é associado a escândalos de corrupção.

No caso de Rodrigo Garcia, o apoio a Maluf ocorreu nas eleições de 1996 e de 1998 –embates que opuseram o então PFL de Rodrigo ao seu atual PSDB.

Já Haddad surpreendeu seus eleitores ao ser fotografado, ao lado de Lula, com Maluf, na casa do então deputado, em encontro que selou uma aliança para a eleição de 2012.

Os episódios envolvendo Maluf, representante do conservadorismo e aliado da ditadura militar, foram resgatados durante debates entre os candidatos a governador.