Por fim do racismo, Man Utd pede para torcida parar de exaltar pênis de Lukaku

O Manchester United solicitou que os seus torcedores parem de cantar uma música sobre Romelu Lukaku que faz referência ao tamanho de sua masculinidade. A canção é baseada é estereótipos racistas.

A organização anti-discriminação Kick It Out interveio depois que surgiram as imagens de fãs dos Red Devils cantando a música, uma paródia do sucesso de Stone Roses Made of Stone, durante a vitória da equipe por 3 a 0 sobre o Basel no Old Trafford pela rodada de estreia da UEFA Champions League.

Acredita-se que o fato tenha se repetido durante a vitória por 4 a 0 sobre o Everton, no domingo, pela Premier League. Na ocasião, o centroavante belga, adquirido por 75 milhões de libras, marcou um gol para o time comandado por José Mourinho.

Romelu Lukaku Manchester United

(Foto: Getty Images)

A Kick It Out escreveu diretamente para o United pedindo que o clube agisse e em um comunicado publicado pelo The Times, um porta-voz da organização é citado dizendo: "A Kick It Out está ciente da filmagem do alegado problema racista por torcedores do Manchester United que surgiu na noite de quarta-feira [13 de setembro]. As letras usadas no canto são ofensivas e discriminatórias. Os estereótipos racistas nunca são aceitáveis no futebol ou na sociedade mais ampla, independentemente de mostrar apoio para um jogador".

"Nós contatamos o Manchester United e trabalharemos em estreita colaboração com eles e a FA para garantir que a questão seja abordada rapidamente. Os autores podem esperar enfrentar uma punição".