Manchester United e Juventus tiveram prejuízos financeiros milionários na pandemia

·1 minuto de leitura
Foto: Getty Images.
Foto: Getty Images.
  • O dois clubes europeus anunciaram que tiveram prejuízos milionários por causa da pandemia;

  • O Manchester United, time de Cristiano Ronaldo, teve queda de receita de 2,9%, ou seja, R$ 3,62 bilhões;

  • A Juventus terminou o período de exercício financeiro de 12 meses com prejuízo de R$ 1,3 bilhão.

Manchester United e Juventus, dois grandes e tradicionais clubes de futebol mundiais, anunciaram na sexta-feira que tiveram prejuízo financeiro milionários nos últimos 12 meses como efeito da pandemia.

O atual time de Cristiano Ronaldo, o Manchester United, da Inglaterra, teve prejuízo financeiro líquido de £ 92,2 milhões, o equivalente a R$ 668,3 milhões. As receitas do clube tiveram queda de 2,9%, chegando a £ 494 milhões, ou seja, R$ 3,62 bilhões. Contudo, a pior queda aconteceu com os ganhos do “Matchday”, como é chamado o dia do jogo, quando os ganhos caíram 92%: quase todas as partidas aconteceram sem público.

Leia também:

No período de 12 meses, as receitas obtidas com os direitos de televisão do Campeonato Inglês e pela participação na Liga dos Campeões da Europa evitaram um prejuízo maior.

A Juventus, na Itália, terminou o exercício financeiro desse mesmo período com € 209,9 milhões de prejuízo, o equivalente a R$ 1,3 bilhão, fazendo a dívida líquida do time crescer por volta de € 389 milhões, ou seja, R$ 2,4 bilhões.

O Conselho de Administração, órgão responsável por convocar uma assembleia de acionistas no dia 29 de outubro, aprovou o balanço.

O clube italiano já havia ficado no vermelho entre 2019 e 2020, mas com um valor inferior, de € 89,7 milhões, o equivalente a R$ 554,7 milhões em valores atualizados.

As informações são do jornal O Dia.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos