Mandetta desiste de candidatura ao Planalto nas eleições de 2022

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta (Foto: Getty Images)
Ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta (Foto: Getty Images)
  • Luiz Henrique Mandetta desiste de candidatura ao Planalto nas eleições de 2022

  • Ex-ministro da Saúde do governo Bolsonaro deve tentar uma vaga ao Legislativo

  • Decisão foi tomada em conjunto com presidente do DEM

O ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta (DEM-MS) decidiu nesta quinta-feira (25) desistir de sua pré-candidatura à Presidência da República. Ele deve disputar uma vaga para o Legislativo, de acordo com apuração da CNN.

A decisão foi tomada após conversa com o presidente do DEM, ACM Neto. Luciano Bivar, presidente do PSL e futuro presidente do União Brasil, confirmou a informação.

“O Mandetta declinou e pretende sair candidato para o Senado ou Câmara no Mato Grosso do Sul. Nós queremos sair com uma candidatura própria, mas não descartamos fazer composições”, disse Bivar.

Mandetta deve apoiar o ex-juiz Sergio Moro. Uma ala do partido defende que a legenda não apoie nenhum candidato à Presidência da República e libere os filiados a formar palanques regionais de acordo com seus interesses.

União Brasil é a legenda resultado da fusão do DEM e do PSL e, com isso, o bloco fica sem candidatos ao Planalto.

Rodrigo Pacheco (MG), presidente do Senado, migrou para o PSD e já admite que é pré-candidato à Presidência da República.

O apresentador de TV, José Luiz Datena, que também se colocava como presidenciável decidiu se filiar ao PSD e deve concorrer ao Senado por São Paulo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos