Manifestação em Copacabana pede o fim das medidas restritivas contra a Covid-19

O Globo
·1 minuto de leitura

RIO — Um grupo de manifestantes realizou um protesto na tarde deste domingo em Copacabana pedindo o fim das medidas restritivas impostas no Rio. Vídeos que circulam nas redes sociais mostram que grande parte das pessoas estava aglomeradas e sem utilizar máscaras.

Segundo a prefeitura do Rio, a multa para quem não usar o item de proteção é de R$ 566,42. Procurada, a prefeitura ainda não respondeu se multou alguém que participava do protesto e que não usava máscara.

A Polícia Militar informou que equipes acompanharam a manifestação, mas não houve ocorrências.

Medidas mais rígidas

Após reunião com empresários e prefeitos na manhã desta sexta-feira, o governador Claudio Castro anunciou novas medidas contra a Covid-19 no estado. O governo, por meio da Secretaria estadual de Saúde, vai decretar restrição de atividades econômicas e circulação de pessoas durante uma semana. Entre as medidas estão proibição de permanência nas vias entre 23h e 5h; fechamento de bares e restaurantes às 23h; comércio de rua funcionando de 8h30 às 17h30 e limitação de público em diversos estabelecimentos. As novas regras serão publicadas em edição extra do Diário Oficial nesta tarde e começam a valer a partir de sábado, com duração de uma semana. Castro afirmou, ainda, que vai decidir na semana que vem, em conjunto com os municípios, sobre a possível suspensão das aulas presenciais no Rio, que chegou a ser anunciada pelo secretário estadual de Educação, Comte Bittencourt.

O prefeito Eduardo Paes também anunciou na semana passada a mudança nas restrições na cidade. Bares e restaurantes estiveram o horário de funcionamento estendido até às 21h e foi implementando um escalonamento de horários entre setores da economia para tentar diminuir as aglomerações nos transportes públicos.