Manifestações antidemocráticas: PRF desfaz 1.040 interdições, e uma rodovia têm bloqueio

No oitavo dia de manifestações por parte dos apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (PL), uma rodovia federal segue com bloqueio e três vias com interdições em todo o país. Desde o dia seguinte ao resultado das eleições, em que Luiz Inácio Lula da Silva (PT) foi eleito presidente, bolsonaristas foram às ruas em atos antidemocráticos. Desde então, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) desfez 1.040 manifestações.

Nesta segunda-feira, há um bloqueio em Pontes e Lacerda, no Mato Grosso. Também nesta manhã, manifestantes chegaram a bloquear a BR-101 na altura de Palhoça (SC), mas o trecho foi liberado pela PRF às 8h10. Em Santa Catarina, mais de 80 pontos foram fechados desde domingo.

Já as interdições ocorrem em Blumenau (SC), Vilhena (RO) e Altamira (PA). Até sábado à tarde, a rodovia da cidade paraense estava bloqueada.

Desde o domingo das eleições, bolsonaristas tentaram impedir o tráfego em diversas rodovias pelo Brasil em protesto contra o resultado das eleições. Nesta quarta-feira, Bolsonaro divulgou um vídeo em que pediu para que seus apoiadores desobstruíssem as vias. O posicionamento do presidente ocorreu após a determinação da Justiça Federal e do Supremo Tribunal Federal (STF).

Os bloqueios, no entanto, foram apoiados por uma série de parlamentares. Entre eles, a deputada federal Carla Zambelli (PL-SP), o que fez com que suas contas nas redes sociais fossem bloqueadas.