Manifestantes desafiam os talibãs agitando a bandeira afegã no Dia da Independência

·1 minuto de leitura
Um pequeno grupo de afegãos comemora o Dia da Independência com a bandeira nacional, em Cabul, em 19 de agosto

Manifestantes afegãos tomaram as ruas nesta quinta-feira (19) com bandeiras nacionais para coincidir com o Dia da Independência, logo depois que o regime talibã tomou o poder e ergueu sua própria bandeira branca em edifícios oficiais.

De acordo com um repórter da AFP, um grupo de homens e mulheres exibiu uma grande bandeira tricolor afegã: preta, vermelha e verde, perto de Wazir Akbar Khan, nos arredores da capital, vigiados de perto por uma van dos talibãs.

A van diminuiu a velocidade e o grupo atraiu alguns curiosos. Logo depois, o carro dos combatentes arrancou, ignorando o desafio do grupo.

Desde a declaração de independência dos britânicos em 1919, o Afeganistão teve dezenas de bandeiras. A última foi adotada em 2013 e tem três faixas: preta, vermelha e verde, com o emblema nacional em branco ao centro.

Na quarta-feira, os talibãs dispersaram, usando munição real, dezenas de afegãos em Jalalabad que agitavam a bandeira nacional na véspera do Dia da Independência.

Notícias não confirmadas falam sobre tiroteios em Kunar na quinta-feira, e vários carros e motocicletas agitando a bandeira nacional no bairro de Asadabad foram postados no Twitter.

As redes sociais também mostraram uma multidão torcendo por um homem que escalou um poste na Praça Abdul Haq, na capital, para amarrar uma bandeira no alto.

A bandeira do Talibã é uma bandeira branca com a declaração de fé islâmica.

Na quinta-feira, os talibãs divulgaram um comunicado reconhecendo o Dia da Independência do Império Britânico.

"É uma fonte de grande orgulho para os afegãos que seu país esteja prestes a se tornar independente da ocupação americana", acrescentaram.

bur-fox/jds/je/grp/mb/ap

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos