Manifestantes ocupam rua ao encontrar Casa de Rui Barbosa fechada

Bolívar Torres
Manifestação em frente à Casa de Rui Barbosa

RIO - Uma centena de pessoas está protestando nesta tarde de segunda-feira em frente à Casa de Rui Barbosa, em Botafogo. A manifestação, que estava marcada desde a semana passada, após a presidente Letícia Dornelles afastar da diretoria dos centros de pesquisa experientes pesquisadores da instituição, se intensificou depois que os participantes encontraram os portões da instituição fechados para público e bolsistas.

Segundo os funcionários, que leram um discurso de repúdio à atuação da presidente do outro lado da grade, não houve justificativa formal para fechar os portões. Atividades previstas para a segunda-feira, como o atendimento a refugiados por bolsistas de Direito, foram canceladas sem aviso prévio.

Na rua, os manifestantes gritavam palavras de ordem como “a Casa Rui é nossa” e “abre o portão”. A Rua São Clemente estava fechada parcialmente, e os manifestantes falavam em interditar o trânsito caso o portão não fosse aberto. Policiais acompanhavam a movimentação.

Do lado de fora, intelectuais e ex-pesquisadores da casa como Silviano Santiago, Beatriz Resende e Luís Costa Lima engrossaram o coro dos descontentes.

Em seu discurso, os funcionários fizeram denúncias à presidente, acusando-a de usar dinheiro público em serviço próprio no uso personalista das redes sociais da instituição. Também a acusaram de censurar postagens das redes sociais da instituição e se queixaram da falta de diálogo.