Mano Brown se revolta com assassinato de homem negro no Carrefour: "Só consigo sentir ódio"

Emily Santos
·1 minuto de leitura
Mano Brown se revolta com assassinato de homem negro. Foto: Leandro Godoi/Reprodução/Instagram @manobrown
Mano Brown se revolta com assassinato de homem negro. Foto: Leandro Godoi/Reprodução/Instagram @manobrown

O caso do assassinato de um homem negro por dois seguranças brancos em uma loja da rede Carrefour em Porto Alegre (RS) na quinta-feira (19) continua repercutindo. Depois de artistas como Pathy Dejesus, Helio de la Peña, Rafinha Bastos e outros repudiarem o crime, foi a vez de Mano Brown se pronunciar.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube

O rapper integrante do grupo Racionais MC’s usou sua conta no Instagram para publicar uma imagem com o logo da rede Carrefour.

“Só consigo sentir ódio! 20 de novembro de 2020. Boicote é para ser usado! Nosso dinheiro eles nunca discriminam”, escreveu na legenda.

Leia também

Brown faz referência ao Dia da Consciência Negra, que é comemorado no dia 20 de novembro. A data é a mesma da morte de Zumbi dos Palmares, e existe para estimular a reflexão sobre a importância da cultura e do povo negro no país, assim como combater o preconceito contra negros, que causa centenas de mortes por ano no Brasil.

Alem do rapper, a conta dos Racionais MC's no Instagram também fez uma publicação em referência à data e ao assassinato de João Alberto Silveira de Freitas. “Vidas negras importam”, dia a imagem repetidamente em inglês.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube