Mano Menezes estará empregado em algum grande clube em janeiro


O comentarista analisa a demissão de Mano do Cruzeiro após três anos de trabalho. Para ele, a reportagem do “Fantástico” sobre alguns escândalos do clube foi o divisor de águas para a crise do time. “Mano foi curto e grosso. Sem resultado, não tinha como ficar”.

Leia mais de Alexandre Praetzel no Yahoo Esportes