Manoel Vicente, da Casa de Vidro do 'BBB 23', cobra R$ 3 mil por pacote de sessões de terapia magnética; entenda

Manoel Vicente, que integra a Casa de Vidro do "Big Brother Brasil 23" e tenta uma vaga no reality show da TV Globo, é médico psiquiatra especializado numa técnica que utiliza estímulos magnéticos para tratar doenças e distúrbios psiquiátricos como depressão, ansiedade e esquizofrenia.

Espiadinha: Quando começa o 'BBB 23' e quem são os participantes? Veja o que já se sabe sobre o reality show

Em família: Após atos golpistas, Regina Duarte pede calma, e Gabriela Duarte se opõe à mãe: 'Não me representa'

O procedimento conhecido como Estimulação Magnética Transcraniana — não disponível por meio do Sistema Único de Saúde (SUS) e que, no Brasil, não tem gastos cobertos por planos de saúde — custa caro. No consultório de Manoel Vicente, em Cuiabá, cada sessão tem o valor de R$ 350. O pacote com dez ou 20 sessões sai a R$ 3 mil e R$ 6 mil, respectivamente. Os preços foram apurados pelo GLOBO. A recomendação dos médicos é que os pacientes realizem um mínimo de dez sessões no início do tratamento.

Formado em Medicina pela Universidade Federal do Mato Grosso (UFMT), o mato-grossense de 32 anos acompanhou, ao longo de sua formação acadêmica, atendimentos com Estimulação Magnética Transcraniana em Toronto, no Canadá, e se tornou especialista no assunto.

A Estimulação Magnética Transcraniana (também conhecida pela sigla EMT) é uma técnica que leva pulsos magnéticos ao cérebro para tratar doenças psiquiátricas. O tratamento é considerado uma alternativa eficaz aos antidepressivos.

No tratamento realizado com um maquinário específico, os pulsos magnéticos agem no córtex cerebral, sobre as áreas afetadas pelos transtornos depressivos e de humor, de maneira a auxiliar a neuromodulação. O instrumento envia um sinal magnético não-invasivo à cabeça, atravessando o crânio, o que ativa determinados impulsos.

Através de testes neurofisiológicos com o apoio de um software, são determinados os pontos exatos do cérebro a serem estimulados, bem como a potência do estímulo. O paciente usa uma touca para o procedimento, em que os pontos são marcados. Uma bobina é então posicionada sobre a cabeça e começa a estimular a região escolhida, em sessões de aproximadamente 30 minutos.

A técnica foi desenvolvida em 1985, na Inglaterra. Em 2008, foi aprovada pela agência americana de controle de saúde e alimentos, o FDA. No Brasil, o tratamento é reconhecido e aprovado pelo Conselho Federal de Medicina desde 2012.

"A estimulação magnética usa pulsos magnéticos, que não são propriamente eletricidade, para atingir e atuar sobre áreas do cérebro que não estão funcionando corretamente ou que estão funcionando de uma forma que geram determinados sintomas", explica Manoel Vicente, num vídeo publicado em seu canal no YouTube.

Entenda dinâmica do 'BBB 23'

O "BBB 23" terá apresentação de Tadeu Schmidt e vai estrear na próxima segunda-feira (16), na TV Globo, após a novela “Travessia”. Os participantes da casa de vidro — pela primeira vez montada antes do início do reality show — serão definidos na próxima quinta-feira (12), e entrarão em confinamento num hotel. O restante dos novos “brothers” será anunciado também na quinta, nos intervalos da programação da TV Globo, a partir do “Encontro com Patrícia Poeta”.

'BBB 23': Paula é a participante da Casa de Vidro mais popular nas redes; veja ranking

Os candidatos que estão na casa de vidro são Manoel Vicente, psiquiatra de 32 anos, natural de Cuiabá, no Mato Grosso; Paula Freitas, biomédica de 28 anos, de Jacundá, no Pará; Gabriel Tavares, modelo de 24 anos de Riberão Preto, em São Paulo; e Giovanna Leão, gamer de 23 anos, de Campinas.

Um deles já havia aparecido no noticiário por ter mantido um relacionamentos curtos com as cantoras Anitta e Luísa Sonza. A funkeira de “Girl from Rio” se mostrou surpresa com o fato: “Não creio”, ela postou, no Twitter. Parte dos internautas já iniciou uma campanha contra Giovanna, ao resgatar tuítes antigos em que ela escreveu mensagens racistas. Administradores das redes sociais da jovem publicaram um comunicado, após a repercussão do fato: “Giovanna não é perfeita. Está longe de ser, mas ela definitivamente não é mais a mesma de anos atrás”, diz o texto.