Mansão de Harry e Meghan é alvo de intrusos

A casa de Harry e Meghan, na Califórnia, nos EUA, foi alvo de dois intrusos num intervalo de 12 dias, revelou o tabloide britânico The Sun neste domingo. Os registros na polícia de Santa Barbara mostram que equipes foram acionadas pouco antes das 18h (horário local) em 19 de maio — data do aniversário de casamento deles — para a mansão Montecito, avaliada em 11 milhões de libras (R$ 72 milhões). Uma segunda ocorrência de intrusão foi registrada em 31 de maio por volta das 15h, mesmo dia que o casal iria pegar um avião particular para participar do Jubilei de Platina da rainha Elizabeth II no Reino Unido. Ambos casos foram registrados como “invasão”, “crime patrimonial” e “circunstância suspeita”.

De acordo com o The Sun, o casal e seus dois filhos Archie, de 3 anos, e Lilibet, de 1 ano, teriam estado dentro de casa quando os alarmes foram acionados em um dos episódios de violação de segurança.

Além dessas ocorrências de maio, registros policiais mostram ainda que houve outras quatro chamadas de alerta de segurança para a casa de Harry e Meghan nos EUA nos últimos 14 meses.

9 de abril de 2021: os policiais foram acionados por uma ligação às 2h52, mas o chamado foi cancelado porque “não foi necessária assistência”.

Ano Novo de 2022: o alarme foi “disparado por engano” à 1h43 e uma viatura foi enviada, mas não ficou claro se casal estava na residência.

8 de abril: o acionamento ocorreu às 10h41, mas os agentes não compareceram porque a chamada “pertencia a outra agência”.

8 de junho: houve um “despacho diverso” às 13h17, mas novamente os policiais novamente não foram os policiais que concluíram o acionamento.

No Reino Unido, Harry iniciou uma ação legal em setembro para ter sua segurança reavaliada, de forma que tenha direito à proteção em seu país. Ainda não há uma data para a audiência do Tribunal Superior.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos