Mansão de Ratinho é invadida em São Paulo: “Colocaram armas na cabeça”

·2 min de leitura
A mansão de Ratinho foi invadida em São Paulo (foto: reprodução / instagram @oratinho)
A mansão de Ratinho foi invadida em São Paulo (foto: reprodução / instagram @oratinho)

Resumo da Notícia:

  • O apresentador não estava em casa na hora da invasão, mas falou sobre o caso no "Brasil Urgente"

  • Ratinho afirmou que os assaltantes buscavam ítens de valor e levaram apenas celulares dos funcionários

  • Carlos Massa afirmou que vai reforçar a segurança do imóvel nos próximos dias

A mansão do apresentador Carlos Massa, conhecido como Ratinho, do SBT, foi assaltada na tarde desta sexta-feira (17). O apresentador contou o caso para o colega de trabalho José Luiz Datena, do programa “Brasil Urgente”, da Band.

“Não estava lá. Não fizeram nada, só amarraram o pessoal, trancaram, levaram celulares, tentaram saber se tinha cofre. Usaram armas, colocaram armas na cabeça dos funcionários”, contou o paranaense durante o programa ao vivo.

O apresentador não estava no imóvel durante a ação dos criminosos e afirmou que busca se proteger e se sentir seguro sempre que possível. “Ando de carro blindado, eu tento de todas as formas fazer a segurança da minha casa. Eles abriram o portão, eles tinham o controle do portão”, alertou.

Ratinho ainda declarou que é entusiasta de armas e que usaria a sua para se proteger, caso fosse necessário e possível: “Se alguém entrar na minha casa, vou defender os meus filhos com arma, não quero nem saber.” Durante os três anos do governo do presidente Jair Bolsonaro (PP) o acesso a armas de fogo foi facilitado tanto para posse quanto para porte.

O apresentador tranquilizou os fãs e espectadores no final de sua participação. “Está tudo bem, graças a Deus foi só um susto. Mas eu vou colocar mais seguranças armados lá na frente de casa, fazer o quê?”, afirmou.

Incitação do ódio contra política 

Ratinho sugeriu em um programa de rádio que a deputada federal Natália Bonavides (PT-RN) deveria ser "eliminada com o uso de uma metralhadora". Ele disse ainda para a parlamentar ir “lavar” e “costurar” as roupas e cuecas de seu marido. Bonavides afirmou que irá acionar o apresentador judicialmente.

Ratinho fez os ataques a Bonavides por conta de um projeto de lei apresentado recentemente por ela que pretende tirar a expressão "marido e mulher" da celebração do casamento no Código Civil. A proposta prevê a troca dos termos por uma sentença neutra que torne as cerimônias mais igualitárias.

"Natália, você não tem o que fazer, não? Você não tem o que fazer, minha filha? Vá lavar roupa. Costurar a calça do teu marido, a cueca dele, porque isso é uma imbecilidade... esse tipo de coisa. A gente tinha que eliminar esses loucos. Não dá para pegar uma metralhadora?", disse o apresentador no programa de rádio "Turma do Ratinho".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos