Manuela, vice de Haddad, comparou popularidade do PT com Jesus Cristo? É fake

Renato S. Cerqueira/Futura Press

Circula nas redes sociais um boato que a Manuela D’Ávila (PcdoB), vice na chapa de Fernando Haddad (PT) à Presidência disse que o cristianismo irá desaparecer e que, no momento, sua chapa é mais popular que Jesus.

A informação falsa foi desmentida pela própria Manuela em suas redes sociais pouco antes do primeiro turno. “É assim, mentindo descaradamente que eles querem ganhar as eleições”, diz o tuíte.

O texto creditado a ela foi uma reformulação de um comentário emblemático de John Lennon, de 1966. Em entrevista ao tabloide inglês London Evening Standard, o músico comparou a popularidade dos Beatles com a de Jesus Cristo.

“O cristianismo irá embora. Vai desaparecer e encolher. Eu não preciso discutir sobre isso, estou certo e ficará provado que estou certo. Somos mais populares que Jesus agora. Eu não sei quem vai acabar primeiro, rock’n’roll ou cristianismo. Jesus era legal, mas seus discípulos são grossos e medíocres. São eles distorcendo isso o que estraga, pra mim”, disse o famoso músico na ocasião.