Mapa aponta áreas onde moradores devem se refugiar em Barão dos Cocais

Letycia Bond - Repórter da Agência Brasil

A Defesa Civil de Minas Gerais divulgou hoje (24) um mapa que marca os sete pontos aos quais os moradores de Barão de Cocais deverão se dirigir, caso necessitem de proteção. O material foi liberado após a população receber um comunicado de alerta, na noite desta sexta-feira (22), por parte da mineradora Vale, que detectou instabilidade na barragem sul superior da Mina Gongo Soco.

Gongo Soco, Mina, Vale

Imagem da Mina Gongo Soco por satélite  Google Maps

A medida de aviso, segundo a Vale, tem caráter preventivo e foi estabelecida após um auditor independente apontar as condições instáveis da barragem. O procedimento implicou, por decisão da Agência Nacional de Mineração (ANM), a elevação do nível de segurança da barragem de 2 para 3, o grau de alerta máximo.

Diante de um risco maior, a mineradora acionou sirenes no município, pela segunda vez em pouco mais de um mês. Os moradores já haviam sido retirados de suas casas no dia 8 de fevereiro, na área mais próxima à barragem.

Outra providência agora tomada foi o deslocamento de agentes da Defesa Civil e da Tropa de Choque para o município. As equipes ficarão de prontidão, caso pessoas que moram na Área 2 precisem ser retiradas de casa.

Os locais indicados pela Defesa Civil são:

Ponto 1 - Escola Nossa Senhora do Rosário
Ponto 2 - Fazenda Soledade
Ponto 3 - Escola Efigênia de Barros Oliveira
Ponto 4 - Escola Municipal Maria da Glória
Ponto 5 - Escola Municipal Mares Guia
Ponto 6 - Praça de Eventos José Furtado
Ponto 7 - Clube Morro Grande