Mapa interativo mostra eleição dos Estados Unidos em tempo real; acompanhe

Redação Notícias
·1 minuto de leitura

O mundo inteiro acompanha atenção as eleições dos Estados Unidos. O pleito-norte americano se arrastou desde o começo da semana sem resultado.

Isso porque o sistema eleitoral dos Estados Unidos é bem peculiar e a contagem de votos esse ano está mais lenta, já que muitos votos foram computados pelos correios. A indefinição chega bem perto de terminar nesta sexta (6), mas a falta de resultado na Georgia, na Pensilvânia e em Nevada atrasam tudo.

Quase 70% dos votos antecipados foram dados pelo correio. A pandemia de covid-19 explica porque tantos eleitores optaram por esse meio para fazer sua escolha. Os EUA vivem sua terceira onda de infecções — com o registro de cerca de 500 mil novos casos apenas na última semana —, e estão na liderança dos países com mais mortes em números absolutos, superando a marca das 230 mil vítimas fatais.

Candidato à reeleição, Donald Trump foi para as manchetes por pedir seguidas vezes recontagens de votos, parada na contagem e para acusar fraudes sem provas. Foi, inclusive, cortado ao vivo por âncoras de programas de TV norte-americanos, em atitude inédita. Joe Biden, o adversário e favorito à vitória no momento, adotou tom pacificador, mas garantiu que "Trump não vai roubar a eleição”.