Marília Mendonça é chamada de ‘Queen of suffering’ pelo jornal The New York Times; cantora é destaque na imprensa internacional

·1 min de leitura

A trágica morte de Marília Mendonça foi noticiada pela imprensa internacional. Jornais tradicionais como o "The New York Times" publicaram notícias sobre o acidente de avião que matou a artista de 26 anos nesta sexta-feira, 5. Ao falar da artista, a publicação a classificou como ‘Queen of suffering’ ('A rainha do sofrimento') por suas canções repletas de sentimento.

O obituário publicado pelo jornal tratou Marília como um “sensação das redes sociais com milhões de seguidores” e destacou o sucesso da música sertaneja no Brasil.

Já o USA Today apontou Marília como uma “estrela em ascensão” e disse que o trabalho da cantora se baseva no empoderamento das mulheres. A publicação falou ainda sobre o grande alcance da compositora e de sua importância no cenário musical brasieiro.

No Reino Unido, a BBC também destacou as músicas voltadas para o público feminino e as conquistas da cantora, que ganhadora de um Grammy Latino, prêmio mais importante da música latino-americana.

O britânico Daily Mail lembrou ainda que a cantora deixa o filho Léo, de 1 ano e 10 meses. O tabloide publicou fotos do acidente e as imagens e vídeos postados pela artista antes e durante o embarque em Goiânia.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos