Marília Mendonça é a primeira brasileira a atingir 8 bilhões de reproduções no Spotify

O legado de Marília Mendonça na indústria musical do Brasil é inegável. A cantora, que morreu em novembro de 2021, vítima de um acidente aéreo, segue fazendo história e sendo uma das maiores artistas do país. A Rainha da Sofrência se tornou a primeira brasileira a atingir 8 bilhões de streams no Spotify.

Em fevereiro deste ano, a sertaneja já havia batido a marca de 7 billhões. Entre os trabalhos de Marília mais reproduzidos dentro da plataforma está o álbum “Todos os Cantos, Vol. 1 (Ao Vivo)”, de 2019. O lançamento é considerado o disco nacional mais transmitido da história do Spotify.

A dona dos hits "Ciumeira", "Bebi liguei", "Todo mundo vai sofrer" e "Supera" alcançou, ainda em janeiro de 2021, mais de 18 milhões de seguidores na plataforma de streaming. Com isso, ela ultrapassou artistas como Beatles, Sia, Linkin Park, The Chainsmokers, AC/DC, Katy Perry, Kendrick Lamar e Michael Jackson.

Ao todo, Marília soma 9 milhões de ouvintes mensais. Nesta terça-feira (19), ela aparece no Top 50 do Spotify com duas faixas: “Mal feito”, música em parceria com a dupla Hugo & Guilherme, na 15ª colocação, e “Esqueça-me se for capaz”, feat com Maiara & Maraísa, na posição de número 44.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos