Maracanã descarta receber jogos de São Paulo em função do gramado. Volta Redonda e Portuguesa abrem estádios

Diogo Dantas
·1 minuto de leitura

Com a decisão do governo de São Paulo de suspender as atividades esportivas no estado, o Rio de Janeiro foi consultado e deu aval para receber as partidas, segundo informou o Ge.

Mas o Maracanã, principal palco carioca, descarta a possibilidade. Segundo a reportagem do EXTRA apurou, o estádio não recebeu consultas, mas o gramado não aguentaria mais partidas.

Os permissionários Flamengo e Fluminense mandam todos os jogos do Estadual do Rio no estádio.

Se o Maracanã não é uma possibilidade, outros palcos do estado do Rio se apresentam.

Dirigentes de Volta Redonda e da Portuguesa informaram à reportagem que poderiam receber as partidas que ocorreriam em São Paulo no Raulino de Oliveira e no Luso-Brasileiro, respectivamente.

- A gente fez uma reforma no campo há pouco tempo, está excepcional. Só haverá os jogos da Portuguesa por enquanto - disse o presidente Marcelo Barros.

Os jogos que precisam trocar de praça urgentemente são os da Copa do Brasil, que a CBF manterá as datas.

No dia 17, quarta-feira, o Marilia receberia o Criciúma. No dia seguinte, o Mirassol enfrentaria o Bragantino em Mirassol.

A suspensão em São Paulo está prevista até o dia 30 de março.