Maracanã rebate nota do Vasco sobre valor cobrado para aluguel e diz que clube está tentando 'se vitimizar'

Após o Vasco emitir uma nota oficial, onde criticou o Consórcio Maracanã pelo valor de R$ 250 mil cobrado para aluguel do estádio para a partida diante do Cruzeiro, neste domingo, a concessionária respondeu. Em comunicado forte, afirmou que o cruz-maltino está utilizando a questão para se "vitimizar" e "ganhar o apoio da opinião pública".

"Não são verdadeiras as alegações do Club de Regatas Vasco da Gama de que seja injustificada e de que não tenha sido fundamentada a cobrança do valor de 250 mil reais como contrapartida para a utilização do COMPLEXO MARACANÃ. É lamentável que o CRVG esteja utilizando uma questão extremante simples para se vitimizar e atrair para si a opinião pública" inicia o Maracanã, em nota.

O Vasco reclamou que Flamengo e Fluminense pagam R$ 90 mil para utilização do Maracanã, enquanto o cruz-maltino foi cobrado em R$ 250 mil. Em nota, a concessionária afirmou que "Flamengo e Fluminense têm direito legal e contratual de usar o estádio por qualquer valor ou mesmo de graça" e que "terceiros que desejem utilizar o estádio deverão pagar, em contrapartida à referida utilização".

A nota do Vasco também afirma que o Maracanã não respondeu seus questionamentos, informação rebatida pela concessionária , que também afirmou que o "valor de R$ 250 mil será cobrado para todo aquele terceiro que se interesse em alugar o estádio para eventos desportivos organizados pela CBF, CONMEBOL e FERJ".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos