Maraisa desabafa após morte de Marília Mendonça: "Juntando meus cacos"

·6 min de leitura
Maiara e Maraisa aplaudem durante cortejo de Marília Mendonça. Foto: reprodução/Instagram/maraisa
Maiara e Maraisa aplaudem durante cortejo de Marília Mendonça. Foto: reprodução/Instagram/maraisa

Resumo da notícia

  • Maraisa desabafou sobre o luto após a morte de Marília Mendonça

  • Irmã de Maiara declarou que está "juntando os cacos" e "inconformada"

  • Cantora prometeu ainda honrar os sonhos da amiga e parceira de trabalho

Ainda de coração partido com a partida precoce de Marília Mendonça, a sertaneja Maraisa fez um desabafo sobre o luto nas redes sociais. No fim da noite de sábado (6), poucas horas depois do enterro da cantora, em Goiânia, a irmã de Maiara escreveu um longo texto contando como está lidando com a perda e publicou fotos e vídeos em homenagem à amiga.

"Tudo no meu corpo dói… Só sei conversar chorando e você muito bem sabe o quanto eu sou ruim pra essas coisas. Nunca imaginei que um dia teria que arrumar uma roupa preta pra ir te encontrar pela última vez como foi hoje. Beijei, toquei e quando iam fechar eu já pensava que eu nunca mais ia te ver! E os nossos sonhos? E os nossos planos?", escreveu.

Leia também:

Amigas de longa data, as três artistas lançaram recentemente o projeto "As Patroas", que tinha turnê prevista para o próximo ano.

"Tô inconformada, em alfa! Começo a falar uma coisa e esqueço! Estou forte e, de repente, saio do eixo! Vou cantar e parece que nunca fiz isso na vida. Queria ouvir nosso álbum com você, sempre lembrando do porquê escolhemos cada faixa, mas você não responde… Você não diz nada… Parece que está dormindo em um sonho de princesa!", afirmou.

No texto, a cantora diz que não está sendo fácil assimilar a ausência de Marília, que foi vítima de um acidente aéreo em Piedade de Caratinga (MG), na última sexta-feira. Quatro outras pessoas morreram.

"Juntando meus cacos, minhas forças, conversando com Deus e pedindo ajuda a Ele, mais do que nunca, porque eu nunca tive que conversar com alguém trancado em uma caixa de madeira. Amiga… Eu sei que você, mais do que ninguém, ia querer que eu compreendesse e eu nem sei se você me ouve. Mas dessa vez você não vai ter a Maraisa inabalável", disse.

A artista encerrou o texto com uma promessa para a amiga: "É uma dor, uma tristeza… Vivendo e morrendo ao mesmo tempo! Eu nunca vou entender! Mas eu sempre vou te amar. E irei honrar seu nome e seus sonhos até o fim da minha vida!".

No velório, realizado na Goiânia Arena e aberto ao público, Maiara e Maraisa ampararam a mãe da amiga, Ruth, ficaram próximas do caixão o tempo todo, cantaram com Henrique e Juliano e aplaudiram Marília durante o cortejo até o cemitério. "Nós sempre iremos te aplaudir, juntos até o final", escreveu.

Após o desabafo, a cantora recebeu mensagens carinhosas de conforto de amigos famosos, como o sertanejo César Menotti, que escreveu: "Você é uma guerreira, Maraisa. Honrou sua amizade até o final. Aliás, final que não existe, você vai continuar amando e honrando"

A humorista e apresentadora Tatá Werneck, que era amiga próxima de Paulo Gustavo, morto em maio por complicações da Covid-19, também deixou um recado de apoio.

"Querida...perder um amigo dói demais. São muitas dores juntas. Todo mundo tá muito dolorido. Deprimido. Eu desejo que Deus console vocês o mais rápido possível. Que aos poucos possam começar a ficar em paz. Imaginar que Paulo pode cuidar dela lá me traz um imagem bonita. Ele faz ela rir. Ela canta pra ele. E nossos melhores amigos e viram melhores amigos", disse.

Entenda o acidente

O avião no qual a cantora viajava de Goiânia para Minas Gerais, onde faria um show, caiu em uma cachoeira no município de Piedade de Caratinga (MG).

"O Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais informa que nesta sexta (5), ocorreu a queda de uma aeronave de pequeno porte, modelo Beech Aircraft, na zona rural de Piedade de Caratinga. O CBMMG confirma que a aeronave transportava a cantora Marília Mendonça e que ela está entre as vítimas fatais", informou a nota. Inicialmente, a assessoria de imprensa da cantora confirmou o acidente e disse que a artista "estava bem".

Os cinco bombeiros que trabalharam no resgate tiveram dificuldade no resgate por conta das pedras escorregadias. É um região de mata e com cachoeiras. Segundo informação da equipe local de socorristas, o tanque de combustível teria vazado e se espalhado, mas levado pela correnteza sem chance de incêndio.

Cerca de três horas antes, Marília publicou um vídeo nas redes sociais mostrando seu embarque e falando sobre a culinária mineira. A cantora estava viajando pela "Turnê Todos os Cantos", projeto iniciado em 2019. Segundo a Rádio Caratinga, vazou combustível da aeronave.

Carreira

Marília Mendonça não começou na música como cantora. A artista, que compõe desde os 12 anos, destacou-se com as letras de sofrência muito cedo. O potencial vocal também era notado na igreja e nos bares de Goiânia, onde fazia breves apresentações para amigos e familiares.

Foi em 2015 que Marília resolveu se posicionar, de fato, como cantora. Ela gravou seu primeiro DVD e deslanchou com os sucessos "Sentimento Louco" e "Infiel". De lá para cá, a sertaneja não parou mais.

Em 2016, por exemplo, Marília lançou seu segundo DVD, intitulado de "Realidade". A gravação aconteceu no dia 08 de outubro no Sambódromo de Manaus. A cantora, que começou com uma média de 15 shows por mês, passou a fazer 25.

Conhecida como rainha da sofrência, Marília acumula músicas em trilhas sonoras de novelas e feats com outros artistas grandes, como Anitta. Em 2019, ela deu início ao projeto "Todos os Cantos". A gravação do DVD virou série do Globoplay.

Feminejo

Marília Mendonça representou e encorajou mulheres cantando músicas sem esconder o lado ruim dos relacionamentos. Em vários canções, a artista falou sobre os "chifres" que levou ao longo da vida e como superou cada uma dessas fases. Feminista, ela também exaltou o amor próprio e a importância de se sentir bem mesmo estando sozinha.

O título "rainha da sofrência" foi questionado quando Marília assumiu seu relacionamento com Murilo Huff e engravidou de Léo. Na época, a artista surpreendeu ao comentar a repercussão: "A Marília sofredora sempre foi um personagem. Sempre deixei minha vida amorosa no sigilo”, disse.

Pandemia

Durante a pandemia, Marília Mendonça fez lives que bombaram nas redes sociais. O primeiro show caseiro, transmitido no YouTube, ficou entre os vídeos mais vistos do mundo. Marília cantou a maior parte do tempo sentada. Admitindo o uso de playback como ajuda, ela contou com uma equipe enxuta de oito profissionais, inclusive dois tradutores de libras - que caíram nas graças da internet.

Em 2019 e em 2020, Marília Mendonça foi a artista mais ouvida no Brasil, segundo o Spotify, repetindo o feito do ano anterior.

Vale lembrar que Marília foi a única mulher da área a se posicionar contra a candidatura (e em seguida eleição) de Jair Bolsonaro para presidência. Ela fez questão de se pronunciar nas redes sociais nas conflituosas eleições de 2018 sem medo de críticas ou perda de seguidores.

Em recente coletiva de imprensa, o empresário da cantora ainda relembrou que a sertaneja foi uma das primeiras artistas dele a cancelar shows em março de 2020, quando a pandemia de coronavírus foi oficializada. Ela colocou o Brasil para cantar suas modas no auge da aflição de uma crise sanitária com uma singela apresentação de dentro de sua casa para confortar o coração de seus fãs.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos