Marcão do Povo se pronuncia pela primeira vez após ser afastado do SBT e diz que 'tudo passa'

Marcão do Povo, do SBT, se pronuncia nas redes sociais após afastamento (reprodução / instagram @marcaodopovooficial)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O apresentador Marcão do Povo se pronunciou pela primeira vez após o seu afastamento do ‘Primeiro Impacto’, do SBT. Em vídeo pelas redes sociais, disse que continuava trabalhando, agora de casa, e agradeceu a quem mandou mensagens positivas.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

"Estou muito feliz, trabalhando bastante em casa. Quero dizer que tudo passa. Deus tem a resposta para todas as perguntas. Obrigado a cada um vocês que está do lado da verdade. A vida é assim, temos que pagar alguns preços altíssimos para que possamos chegar onde Deus quer", comentou.

Leia também

ENTENDA O CASO

O apresentador Marcão do Povo, do Primeiro Impacto, exibido pelo SBT, gerou revolta nas redes sociais nesta quarta-feira (8) ao sugerir, durante o programa, que campos de concentração fossem criados para receber os infectados pelo novo coronavírus no Brasil. Horas mais tarde, ele foi suspenso de suas funções pela emissora.

O comentário foi feito semanas depois de Marcão minimizar os efeitos da Covid-19, afirmando que o país, por ter temperaturas mais altas que a Europa, não seria impactado pelo vírus. Na ocasião, espectadores também reclamaram do apresentador e o acusaram de espalhar fake news.



Agora, ele está recebendo críticas por um longo comentário feito ao vivo, em que sugere a Jair Bolsonaro que isole os doentes com a ajuda das Forças Armadas.



"Não seria interessante montar um campo de concentração de cuidados, com os equipamentos mais sofisticados, com os melhores profissionais, e colocar essas pessoas com problemas e com sintomas?", questionou.



Em nota, o SBT, cujo dono, Silvio Santos, é judeu, lamentou o comentário feito pelo apresentador e afirmou que ele está suspenso de suas funções.