Marcas de comida abertas na Barra expandem seus domínios e crescem para além do país

·2 min de leitura

RIO — A empresária Renara Ferreira é apaixonada por pizza, mas sempre procurou manter uma alimentação saudável. O casal Marcelo Doin e Nathalia Pires — ela alérgica à lactose — sentia vontade de consumir produtos de origem vegetal mais saborosos. Em comum, o desejo de transformar necessidade pessoal em negócio. Os três iniciaram seus projetos na Barra, onde moram, e hoje expandem seus domínios na região e fora dela.

Proprietários desde 2016 da NoMoo, marca especializada na produção de queijos à base de castanha de caju, Doin e Nathália inauguram ainda este mês a terceira fábrica. Ela ocupa 1.600m² em Jacarepaguá e tem capacidade para produzir até cem toneladas do laticínio por dia. E substituirá as duas primeiras, erguidas em Vargem Pequena, com volume de produção de dez toneladas diárias cada.

— A nova fábrica nos permitirá relançar os iogurtes, algo que tivemos que paralisar no ano passado porque estouramos nossa capacidade produtiva — conta Doin.

A marca conta atualmente com 11 produtos com cinco tipos de queijo — mozarela, provolone, prato, chèvre e parmesão —, além de requeijão nos sabores tradicional e cheddar, creme de leite, manteiga e maionese.

— Quando começamos, as pessoas diziam que estávamos malucos e que não ia dar certo. Tínhamos chegado de Nova York, onde me formei em gastronomia, e resolvemos trazer para o mercado brasileiro o leite molecular, que era uma inovação aqui. Chegamos meio desacreditados. Mas fomos participando de pequenas feiras e eventos locais e, quando vimos, tínhamos uma força grande de venda —lembra Doin.

A NoMoo exporta seus produtos para Portugal e Estados Unidos e está em negociação com países da América Latina, da Ásia e da Oceania. E fecha 2021 desenvolvendo uma parceria com a La Fruteria. A unidade da Praia da Barra passará a vender pizzas à base de vegetais a partir de dezembro.

Mas, na região, os amantes de opções saudáveis de redondas já contam com a Habitué, inaugurada em 2018 pela empresária Renara Ferreira. Este ano, com o início das franquias, o número de lojas subiu de três (há uma unidade em Copacabana e outra em Niterói) para 15 no Rio e em São Paulo, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Paraná e Minas Gerais.

— Minha primeira ideia era fazer pizzas para o público fitness. Mas, quando abri, vi a possibilidade de atender também pessoas com algum tipo de intolerância ou as que só querem comer de forma saudável. O plano de expansão já existia, mas a Covid-19 me fez recuar — diz Renara.

Opções como Musa Fitness (blanquet de peru, creme de ricota, tomate-cereja e orégano) e Supino (tiras de frango grelhado com molho de tomate) fazem parte do cardápio. Mas na Habitué é o cliente quem monta a pizza.

— Ele escolhe a massa, a mozarela e o recheio. Tem para quem quer comer muita proteína e para os que buscam emagrecer — comenta Renara.

SIGA O GLOBO-BAIRROS NO TWITTER (OGlobo_Bairros)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos