Marcelo Adnet se questionou sobre AIDS após abuso sexual

Humorista revelou ter sido salvo pela chegada do avô na ocasião

Marcelo Adnet no
Marcelo Adnet no "PodPah". Foto: Reprodução/Youtube

Resumo da Notícia:

  • Marcelo Adnet contou ter sofrido abuso sexual aos 5 anos de idade

  • Humorista revelou ter sido salvo pela chegada do avô na ocasião

  • Comediante contou aos pais anos depois quando descobriu o que é AIDS

Marcelo Adnet revelou ter sofrido um abuso sexual aos 5 anos de idade e ter sido salvo de piores consequências com a chegada do avô. A história contada no podcast "PodPah", de Igão e Mitico, é antiga e o humorista já havia falado sobre ela em outras oportunidades. No papo, Adnet falou da pressão sobre o homem iniciar a vida sexual ainda na infância.

"Fui estuprado aos 5 anos de idade", afirmou ele ao dizer que foi amparado antes que houvesse a penetração sexual. "Meu avô chegou, tinha esquecido a carteira em casa. Eu fui salvo", completou ao ressaltar o impacto do ocorrido. "Talvez por isso eu tenha sido uma criança tímida", pontuou.

Na sequência, Adnet reforçou a importância de falar sobre o assunto. "Você tem que falar para conscientizar os outros. Essa p**** existe. Criança...Tem que olhar mesmo. Não pode dar mole não, não pode confiar, largar na mão de qualquer um", declarou. "E tem que ter educação", acrescentou.

"Por isso que eu falo que tem que ter educação sexual nas escolas. Aí o cara fala que quer ensinar a criança a transar. Não é isso", destacou o apresentador Igão.

O detalhe é que Marcelo Adnet contou aos pais sobre o abuso sexual anos depois do ocorrido. Ele tomou conhecimento sobre a AIDS, doença causada por um vírus sexualmente transmissível - HIV —, e perguntou sobre o assunto por medo de ter sido infectado.

"Aos 12, eu descobri que existia AIDS. Aí falei para os meus pais: 'Se enfiar rapidinho, não enfiar direito, pega AIDS?'", relatou. "Aí o meu pai e minha mãe falaram que pode pegar e pensei que talvez pudesse ser 'aidético'", explicou ao dizer que revelou o ocorrido a eles e nem sabiam mais onde estava o criminoso.