Investigação sobre suposto esquema de corrupção tem buscas na casa de Crivella e na Prefeitura do RJ

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 minuto de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Agentes cumprem mandado de busca no Palácio da Cidade, local de trabalho do prefeito - Foto: Reprodução/TV Globo
Agentes cumprem mandado de busca no Palácio da Cidade, local de trabalho do prefeito - Foto: Reprodução/TV Globo

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) e a Polícia Civil realizam operação para cumprir 22 mandados de busca e apreensão expedidos pelo 1º Grupo de Câmaras Criminais do Tribunal de Justiça do Rio, nesta quinta-feira (10). Agentes já estiveram no Palácio da Cidade, local de trabalho do prefeito, e há uma equipe no condomínio onde mora o prefeito Marcelo Crivella (Republicanos-RJ). As informações são da TV Globo.

De acordo com a emissora, a operação ocorre a partir de um inquérito policial instaurado para investigar possível organização criminosa e esquema de corrupção no âmbito da administração municipal carioca. A ação é um desdobramento da Operação Hades, executada em 10 de março deste ano.

Nas buscas realizadas na residência do prefeito, agentes apreenderam um telefone celular de Crivella.

Leia também:

Outros alvos da operação eram Eduardo Lopes e Mauro Macedo. Lopes já foi senador do Rio pelo Republicanos, ao herdar o cargo de Crivella, e foi secretário de Pecuária, Pesca e Abastecimento de Wilson Witzel. Macedo, por sua vez, atuou como tesoureiro da campanha de Crivella ao Senado, em 2008.

Rafael Alves é outro alvo da ação desta quinta. Ele é empresário e foi citado em delações como suposto pagador da propina para a prefeitura.

As diligências estão sendo cumpridas em endereços residenciais e funcionais de agentes públicos municipais e empresários na Capital, nos bairros da Barra da Tijuca, Jacarepaguá, Tijuca, Flamengo, e em Itaipava e Nilópolis.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos