Marcha do Orgulho reúne cerca de 30.000 pessoas em Paris

·1 minuto de leitura
Participantes da Marcha do Orgulho em 26 de junho de 2021 em Paris

Cerca de 30.000 pessoas caminharam neste sábado (26) até o centro de Paris na Marcha do Orgulho, que pela primeira vez desde 1977 se originou no subúrbio da capital francesa.

"Os gays parisienses conhecem muito pouco os subúrbios, por isso trazer o orgulho para cá é demonstrar que é de todos", afirmou Romain, de mãos dadas com o namorado.

A marcha, na qual alguns usavam máscaras, mas muitos não, começou em Pantin, a nordeste, nos arredores de Paris, e chegou à Praça da República, local habitual de manifestações na capital francesa.

"Seine-Saint-Denis (onde fica Pantin) é o departamento mais pobre da região metropolitana, portanto (trazer a marcha a partir dali) também é uma forte" mensagem política, disse Mathias Neviere, copresidente da organização Inter-LGTB (lésbicas, gays, transexuais e bissexuais), que organizou o desfile.

Samuel, de 27 anos, que mora em Paris há sete anos, disse que queria com sua participação "demonstrar que todos somos seres humanos, com os mesmos direitos".

rbo-alh/ito/cbn/mr/bds/mis/dga/mvv

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos