"Marcha do Silêncio" regressa ao Uruguai

Após dois anos de ausência devido à pandemia, dezenas de milhar de pessoas desceram às ruas da capital do Uruguai, Montevideo, na noite de sexta-feira para recordarem os desaparecidos durante a ditadura militar que dominou o país de 1973 até 1985.

Os manifestantes que participaram na chamada "Marcha do Silêncio" exigem saber onde se encontram os corpos de 197 vítimas cujo paradeiro permanece desconhecido.

Eventos idênticos tiveram lugar em cerca de meia centena de localidades no país.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos