Marcos Braz fala sobre futuro de Gabigol no Flamengo: 'As coisas estão dentro do esperado'

Gabigol ainda não deu resposta à diretoria do Flamengo se fica ou não

A situação de Gabigol no Flamengo ainda não foi resolvida. O clube fez uma proposta à Inter de Milão para adquirir em definitivo o artilheiro do Brasileirão, e agora falta apenas o "sim" do próprio camisa 9. No entanto, ele ainda não deu a resposta à diretoria rubro-negra, que espera que o assunto seja resolvido logo após a final contra o River Plate pela Copa Libertadores, que acontece no dia 23 de novembro, no Estádio Monumental de Lima, no Peru.

– As coisas estão dentro do esperado. Agora vamos aguardar com calma, tudo tranquilo e nenhum motivo mais para falar desse assunto até o jogo da Libertadores - disse o vice de futebol, Marcos Braz, ao canal "ESPN Brasil", logo após o empate em 4 a 4 com o Vasco, pelo Brasileirão.

O discurso é diferente do que aconteceu há pouco mais de uma semana, quando Marcos Braz cobrou uma posição do atacante e tornou público o acordo de compra junto à Inter de Milão. Gabigol e seus representantes mantêm-se quietos sob o discurso de que o momento é inoportuno para tratar da renovação, conforme apurado pelo EXTRA.

 

Contudo, o Flamengo teme que a negociação com o clube italiano expire, e tem informações de mercado que os empresários de Gabigol já conversaram com alguns clubes europeus, entre eles o Porto, de Portugal. Na visão da diretoria, os agentes ganham tempo enquanto o jogador se valoriza, o que pode inviabilizar os atuais termos do acordo com a Inter.

 

O atacante, aliás, já marcou seu nome na história do Flamengo ao igualar Zico como maior artilheiro em uma única edição de Brasileiro, com 21 gols.  Nos bastidores do Flamengo, a sensação é que a lua de mel de Gabigol com a torcida pode não ser suficiente para convencê-lo a ficar no Brasil, sobretudo em caso de proposta contundente de um clube que dispute os principais torneios da Europa. A oferta do Flamengo prevê compra de 80% dos direitos econômicos do jogador, de forma parcelada.