Marcos Mion conta que chorou durante a dublagem de “Lightyear”: “Estava mergulhado”

O mundo está prestes a conhecer a história de Buzz Lightyear, o personagem que ficou eternizado na franquia de Toy Story. Agora com a voz de Marcos Mion, o famoso patrulheiro da galáxia é o protagonista de “Lightyear”, produção que promete explicar como surgiu o famoso boneco do Andy.

E assim como o protagonista, Mion precisou enfrentar um desafio: entrar no lugar do dublador Guilherme Briggs para a nova produção da Disney. “Eu sou fã também, cara. Eu sempre falei para as pessoas que eu não queria ver o Buzz com outra voz que não seja do Guilherme”, conta o apresentador do “Caldeirão” em entrevista ao Yahoo. “Mas as pessoas vão entender aos poucos que não é o Buzz boneco. É uma proposta da Disney que seja um outro personagem, e isso foi me dando uma tranquilidade”.

E a mudança na voz do personagem foi no mundo inteiro - Chris Evans, por exemplo, assumiu a voz de Tim Allen para a versão norte-americana do filme. “Se fosse para substituir o Briggs, eu não aceitaria. Eu também não quero ver outra pessoa fazendo a voz do Buzz que eu cresci assistindo”, admite Mion.

Reação dos filhos

E a motivação para aceitar o convite para assumir o legado de Briggs veio justamente de sua relação com os filhos, Romeo, Donatella e Stefano. “Um dos motivos que mais me empolgou sobre o convite da Disney era chegar em casa e falar: ‘sabe o que o papai vai fazer?”, revelou Mion.

O apresentador conta que em um primeiro momento, seus filhos entenderam, mas “não muito”. A ficha caiu para eles apenas quando eles viram o primeiro trailer do longa. “Eles ficaram impressionados. Não vou esquecer nunca desse momento”, disse.

Esse trabalho tem muitas camadas, e eu poder ter essa experiência com os meus filhos… Era algo que eu queria muito. Não é todo dia que um pai pode chegar em casa e falar que a voz do Buzz será suaMarcos Mion

Experiência emocionante

Mion já assumiu ser um grande fã da franquia do Toy Story, e por isso, a experiência de dar voz para a nova versão de Buzz foi um tanto quanto emotiva. “Eu mergulhei de cabeça… chorei na cabine. Nunca imaginei que isso iria acontecer, vou ser sincero”, revela. “Quando eu me vi me emocionando, percebi que eu estava realmente mergulhado”.

Durante a premiére do filme nos Estados Unidos, Chris Evans também comentou que um dos momentos mais emocionante da dublagem foi ter dito a famosa frase “Ao infinito e além” pela primeira vez. Para Mion, o momento foi igualmente poderoso.

Ela conta que antecipou a dublagem de trailers e peças comerciais para que seu último momento dando voz ao Buzz fosse com a frase. “Eu queria acabar meu trabalho como dublador do Buzz falando ‘ao infinito e além’”, diz.

Segundo Marcos, essa relação que ele criou com o projeto foi o suficiente para que ele ficasse mais tranquilo com a possível reação inflamada dos fãs. A princípio, o público não aceitou muito bem a troca da voz de Briggs pela do Mion em “Lightyear”

Bye, bye “Mionzices”

A redação do Yahoo! já assistiu ao filme (dublado) e em poucos minutos já é possível desvincular a voz de Mion da produção. O apresentador, que é conhecido pelo Brasil inteiro há muitos anos, conta que esse foi um trabalho minucioso da direção de dublagem.

“Nosso trabalho foi para matar mionzices e mionzeiras. Não é uma proposta de ter o Marcos Mion fazendo o Buzz. A proposta é fazer o Buzz e não é sobre mim”, conta. Ele reforça que Thiago Longo, o diretor de dublagem, precisou suavizar suas características de falas, que “são muito evidentes”, segundo o apresentador.

“As pessoas cresceram me ouvindo, e é fácil que uma coisa ou outra as pessoas pescam. Não tem jeito, no final das contas sou eu ali, né? Mas a gente ficou muito feliz com o trabalho”, finaliza o apresentador.

“Lightyear” está previsto para estrear nos cinemas brasileiros na quinta-feira (16).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos