Marcos Oliveira, o Beiçola, volta a pedir ajuda após cirurgia: 'Tenho que comer e pagar a farmácia'

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Intérprete do personagem Beiçola no humorístico "A grande família" (2001-2014), o ator Marcos Oliveira voltou a pedir ajuda financeira por meio das redes sociais. Em vídeo publicado no Instagram, o artista de 66 anos ressaltou que, enquanto se recupera de uma cirurgia delicada que o deixa impossibilitado de trabalhar, ele precisa contar com doações de amigos, colegas, familiares e fãs.

Entenda: Ministério Público espanhol pede 8 anos de prisão para Shakira por fraude fiscal

Christiane F.: O que aconteceu com a mulher que inspirou livro e filme há mais de 40 anos

"Hoje eu estou em casa me recuperando. Faltam ainda umas duas, três semanas, e aí eu posso voltar a trabalhar e a fazer tudo, graças a Deus. E eu espero que vocês também me ajudem, me contribuam, porque eu tenho que comer, tenho que pagar as coisas da farmácia. Enfim, gente, só quero agradecer... E vamos na fé, vamos na força e vamos na luta", afirmou Marcos, na publicação.

Na segunda semana de julho, Marcos Oliveira foi internado no Hospital Municipal Souza Aguiar, no Centro do Rio de Janeiro, onde foi submetido a uma cirurgia para tratar uma fístula na uretra. O artista agora se recupera em casa e não pode fazer esforço por pelo menos três semanas.

Marieta Severo: 'Nunca senti uma angústia cívica tão profunda', diz atriz

Recentemente, Marcos recebeu ajuda financeira de Tatá Werneck, com quem contracenou na novela "Deus salve o rei" (2018). O artista havia publicado nas redes sociais, em maio, um pedido por ajuda para comprar comida.

Ele conta que, assim que for autorizado pelos médicos, pretende voltar a trabalhar para conseguir se sustentar. "Muito obrigado a todo mundo que orou por mim. No momento não consigo responder todo mundo, mas assim que puder responderei aos poucos", agradeceu. "Vamos à luta, minha gente", afirmou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos