Marcos Palmeira declara voto em Lula e diz que 'Apoio não é cheque em branco, mas defesa da democracia'

***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 09.12.2014 - O ator Marcos Palmeira durante entrevista coletiva sobre o filme
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 09.12.2014 - O ator Marcos Palmeira durante entrevista coletiva sobre o filme

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O ator Marcos Palmeira declarou, por meio de suas redes sociais, que vai votar no ex-presidente Lula (PT) para presidente nas eleições deste ano. "Esse apoio não é um cheque em branco dado ao candidato Lula, e sim um compromisso em defesa da democracia e um olhar mais apurado para as questões ambientais", escreveu ele no Instagram.

Palmeira se junta a outros artistas e políticos que declararam recentemente voto no petista, mesmo tendo críticas ao político e ao PT.

Acompanhado do texto, o intérprete de José Leôncio da novela "Pantanal" publicou um vídeo em que a ex-ministra Marina Silva (Rede) oficializa o seu apoio a Lula.

Palmeira apoiou Marina nas eleições presidenciais de 2018. O ator chegou a ser sondado por ela para entrar na política, mas recusou.

Em entrevista à coluna no início deste ano, Palmeira disse que ainda era cedo "para cair na polarização" e que não tinha definido o seu voto para presidente, mas afirmou que "qualquer candidato" era melhor que o atual presidente Jair Bolsonaro (PL).

"A gente está vivendo pontos extremos dos dois lados. Se você é contra um, você é naturalmente considerado a favor do outro. Há pouca escuta. Ninguém está interessado em propor algo realmente", disse, na ocasião.

Sem citar o nome do ex-presidente Lula e do PT, o ator afirmou também que faltava autocrítica "ao outro lado". "Se você não reconhece seus erros, como é que você avança? Eu não vejo o reconhecimento de erros, a possibilidade de um novo Brasil, de uma nova cara, não vejo isso", disse.