Margareth Menezes se emociona ao relembrar carnavais com Cássia Eller: 'Fiquei muito sentida quando ela morreu'

O Globo
·1 minuto de leitura

Margareth Menezes aproveitou que nesta sexta-feira começaria a folia, se não houvesse a pandemia do novo coronavírus, para responder a perguntas de seus seguidores sobre sua vida no carnaval. No vídeo de quase cinco minutos que a cantora publicou em seu perfil do Instagram, ela chegou a se emocionar quando foi perguntada sobre o convite que teria feito a Cássia Eller para ficar ao seu lado no trio elétrico.

O fã perguntou: "Como foi você e a Cássia Eller no trio elétrico? Como aconteceu? Como surgiu o convite para ela vir pro carnaval?". Logo na sequência a cantora apareceu respondendo:

"Cássia Eller no carnaval comigo foi incrível. Eu conheci Cássia Eller em São Paulo, num show que nós fizemos. Eu fazia com Saul Barbosa, e ela na voz e violão. E desde ali, a gente começou uma amizade, foi muito legal. Tivemos muito encontros, eu visitei a casa dela no Rio de Janeiro, e foi dessa amizade que surgiu o convite e ela topou. Acho que ela veio três vezes, cantou em cima do trio comigo, dos Mascarados, no trio independente", relembra a cantora, que continua:

"Cássia era tímida, mas ela era muito brincalhona. Então, em cima do trio elétrico era um 'meu Deus do céu'. Era muito moleca. Fiquei muito sentida quando Cássia morreu. Para mim, foi um baque muito forte. Naquela época, ela participou de show, conheceu Chicão e Eugênia ainda bem pequenos. Foram momentos maravilhosas e inesquecíveis. Foi uma pessoa que até hoje eu guardo muito carinho no meu coração", finaliza ela, segurando as lágrimas.

Cássia Eller faleceu no dia 29 de dezembro de 2001, com apenas 39 anos, em razão de um infarto repentino, causado por uma malformação de seu coração.