Maria Casadevall aparece com namorada e celebra 'amor sapatão' nas redes

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 minuto de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
*ARQUIVO* SÃO PAULO, SP, 12.12.2019 - A atriz Maria Casadevall na praça Rotary, no bairro Vila Buarque, no centro de São Paulo. (Foto: Eduardo Knapp/Folhapress)
*ARQUIVO* SÃO PAULO, SP, 12.12.2019 - A atriz Maria Casadevall na praça Rotary, no bairro Vila Buarque, no centro de São Paulo. (Foto: Eduardo Knapp/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A atriz Maria Casadevall, 34, publicou um vídeo em seus Stories com sua nova namorada, a percussionista baiana Larissa Mares, na noite desta segunda-feira (21). A artista também esteve com Mares no lançamento do filme "Garota da Moto", em São Paulo.

"Celebrando o amor, a coragem e a resistência", escreveu na legenda do vídeo. "Obrigada à todas que vieram antes de mim, (re)existindo e abrindo caminhos", completou a artista que ainda utilizou a #AmorSapatão no registro.

No filme, Casadevall interpreta a motogirl Joana que faz de tudo para proteger sua família de ameaças do passado e do presente. "Foi uma novidade, nunca tive contato profissional nenhum com essa linguagem", afirma Casadevall, que já conhecia o trabalho do diretor do longa, Luis Pinheiro.

Para Casadevall a trama ainda permite "fazer uma analogia com as diferenças violências que atravessam os nossos corpos enquanto mulheres". "É como se o conteúdo do filme provocasse uma ação", completa a artista.

O longa foi gravado em 2020, pouco tempo antes da pandemia, e traz em seu elenco nomes como Kevin Vechiatto (Cebolinha em "Turma da Mônica: Laços"), Naruna Costa ("Tempos Modernos") e Murilo Grossi, que fazia parte do elenco da série que teve sua última temporada lançada no ano de 2019.

Ela assumiu em março deste ano que já estava se relacionando com Mares há um ano e meio. "Percebi que a heterossexualidade para mim era compulsória, eu a via inconscientemente como uma regra", disse a atriz na época.

Em entrevista concedida ao O Globo, Casadevall falou também sobre as limitações impostas pela estrutura patriarcal. "Um dos mecanismos que mais nos limita é só ter direito a uma manifestação do ser: ou é a santa ou é a p... E acredito que mesmo 'guerreira' é mais um rótulo", ponderou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos