Maria Clara Gueiros destaca hall de 'personagens fogosas': "Passo isso para as pessoas"

Maria Clara Gueiros no lançamento de
Maria Clara Gueiros no lançamento de "O Palestrante". Foto: Divulgação/Paris Filmes

Resumo da notícia:

  • Maria Clara Gueiros destaca hall de personagens fogosas

  • Em entrevista ao Yahoo, a atriz falou sobre a participação no filme "O Palestrante"

  • Na trama, ela vive um caso com o personagem de Antonio Tabet com cenas quentes

Maria Clara Gueiros se junta ao time de comediantes de peso para o elenco de "O Palestrante", o mais novo filme nacional escrito por Fábio Porchat. Na trama, a atriz vive cenas quentes (e cômicas) ao protagonizar um caso com o personagem de Antônio Tabet, que lembra o espírito ranzinza do Peçanha de "Porta dos Fundos".

Em entrevista ao Yahoo, a comediante revelou que não fez nada específico para se preparar para o longa por ter se identificado com o papel de imediato. “Eu tenho um hall de personagens fogosas, meio sonsas, que lidam livremente com sexo", analisou ao relembrar seu histórico nas telas. "Acho que passo isso para as pessoas", brincou.

Questionada sobre o maior desafio em estrelar a comédia romântica, Maria Clara destacou a experiência em viver um par romântico com Tabet por não conhecê-lo antes. "A gente nunca tinha trabalhado junto e foi uma delícia, uma química à primeira vista, deu muito certo”, declarou.

O tempo não volta

Aos 57 anos, a atriz definiu a passagem de tempo como um jogo complexo, em que você acompanha onde está "a bola": às vezes você desvia dela e outras vezes você agarra. No entanto, esconder sua maturidade não é uma opção.

"Não minto idade de maneira nenhuma, porque não tem como. Hoje em dia, pega tão mal isso. E o tempo não volta, não adianta dizer que é mais jovem, fingir que é mais jovem", analisou.

O tempo passa e você vai tendo a cara e o corpo que a sua idade te proporciona. Sou sempre feliz na época em que estou”Maria Clara Gueiros

Fingir é para a atriz

Na onda da trama de "O Palestrante", em que o protagonista Guilherme, vivido por Fábio Porchat, se passa pelo coach Marcelo Gonçalves, Maria Clara confessou ter parado para pensar como ela fingiria ser outra pessoa. Mas a artista chegou a conclusão que deixa essa função para o seu lado profissional.

“Se voce me pedir para passar um trote...Por exemplo, eu tive que passar um trote para a Dani Calabresa e, em dois segundos, eu: ‘Alô’ e ela: ‘Quem fala?’ e eu ‘É a moça… da… pizzaria’ e ela: ‘Clarinha!’. Eu sou péssima para fingir. Finjo profissionalmente mesmo”, explicou.

"O Palestrante"

Dirigido por Marcelo Antunez e com roteiro de Porchat e Cláudia Jouvin, "O Palestrante" retrata a história do contador Guilherme, vivido pelo roteirista, que se passa por um palestrante motivacional em momento de crise após um pé na bunda da esposa e sua quase demissão.

Ele incorpora a personalidade do coach Marcelo Gonçalves ao chegar no aeroporto do Rio de Janeiro e ver Denise, vivida por Calabresa, esperando o suposto rapaz para dar palestras aos seus funcionários durante uma estadia em um resort.

Além deles, o filme é estrelado por Maria Clara Gueiros, Paulo Vieira, Miá Mello, Antonio Tabet, Otavio Muller, Rodrigo Pandolfo e já está em cartaz nos cinemas. “Eu não sou uma pessoa que gosta de polêmicas, de divisões, procuro sempre contemporizar e juntar todo mundo. Então, esse filme veio super a calhar para mim”, opinou Maria Clara sobre a trama que foge de contextos questionáveis. Confira o trailer:

Ouça o Pod Assistir, podcast de filmes e séries do Yahoo:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos