Maria Zilda diz que terminou romance com a namorada antes da pandemia e passou quarentena sozinha: 'Fiquem sem lenço e sem documento'

·1 minuto de leitura
Foto: Reprodução - Instagram

Maria Zilda sempre gostou de namorar. Gosta de estar envolvida numa relação, como a própria diz: um "chameguinho". Aos 67 anos, ela diz que "errou o timing": colocou um ponto final no relacionamento com a namorada pouco antes do início da pandemia. Quando decidiu buscar novas histórias, porém, o período de isolamento já havia começado e ela passou o período sozinha.

"Acho que namorar e chamegar é a coisa melhor do mundo. Como eu já estou velha, aprontei todas e já fiz de um tudo um pouco, não faço mais de 'eu quero pegar', passar a régua na pessoa. Mas um chameguinho é o que a pandemia me deixou com mais saudade", disse ela, durante uma live com o humorista Bruno Motta.

"Mas eu tinha que ter achado uma namorada antes da pandemia, cacete. Errei o timing. Terminei. Tive aquele período de luto. Quando eu disse: 'Agora eu vou', a pandemia chegou. Fiquei sem lenço e sem documento", brincou a atriz.