Marido mata esposa na frente dos filhos; caçula fica abraçado no corpo da mãe

Segundo testemunhas, a criança foi até uma propriedade vizinha, na manhã desta segunda-feira (23), e disse contou que o padrasto, marido de sua mãe, havia atirado nela(Foto: via Getty Images)
Segundo testemunhas, a criança foi até uma propriedade vizinha, na manhã desta segunda-feira (23), e disse contou que o padrasto, marido de sua mãe, havia atirado nela(Foto: via Getty Images)

Diogo Cardoso Souza, 28 anos, é suspeito de matar a própria esposa a tiros no último domingo (22) em Terenos, Mato Grosso do Sul, segundo informações da polícia. Diogo foi preso na tarde desta segunda-feira (23) ao tentar fugir para Minas Gerais.

Segundo o boletim de ocorrência, Erica Miranda de Souza, 27 anos, foi morta em frente aos filhos de 2 e 9 anos por volta das 23 horas. Conforme o portal g1, a polícia encontrou a criança mais nova abraçada ao corpo da mãe.

Ainda conforme o documento policial, Diego teria levado o enteado de 9 anos até uma fazenda vizinha para esconder a arma utilizada no crime.

Após esconder a arma, segundo o boletim de ocorrência, o suspeito teria ordenado para que as crianças se deitassem ao lado do corpo da mãe e que só pedissem ajuda à polícia no dia seguinte.

O menino de 9 anos foi quem acionou o socorro. Segundo testemunhas, a criança foi até uma propriedade vizinha, na manhã desta segunda-feira (23), e disse contou que o padrasto havia atirado em sua mãe.

O caso foi registrado como "feminicídio majorado, se praticado na presença de descendente ou de ascendente da vítima". As investigações são feitas pela Polícia Civil de Terenos.

Marido mata e enterra corpo de mulher

Na semana passada, um caso também suspeito de feminicídio chocou a cidade de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense.

O corpo de uma professora de 22 anos foi encontrado enterrado no quintal da própria casa no bairro Corumbá. Ana Julia Mathias Thurler Alvarenga estava desaparecida a três dias, quando saiu do trabalho.

Segundo informações da Polícia Civil, quem matou a mulher foi o próprio marido, o engenheiro Jessé de Souza Cunha. O homem chegou a fazer um registro de ocorrência pelo desaparecimento da mulher.

O corpo de Ana Júlia foi encontrado no quintal de casa no último dia 19. De acordo com as primeiras informações, Jessé teria matado a mulher com requintes de crueldade. Ele foi preso por feminicídio e ocultação de cadáver.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos