Marido virou sogro, enteado era filho... Confira as parcerias do elenco de 'Pantanal' em trabalhos anteriores

Os laços entre os personagens a que hoje assistimos em “Pantanal” já apareceram na ficção de forma bem embaralhada. Atores e atrizes que hoje vivem amantes, rivais ou parentes antes interpretaram juntos papéis completamente diferentes em atuações passadas. Já imaginou os intérpretes de Filó (Dira Paes) e do Velho do Rio (Osmar Prado) casados? Pois em “Amores roubados”, lá em 2014, isso aconteceu!

— É tão bom poder conviver com amigos que, ao longo da nossa trajetória, trocaram conosco tantas emoções em trabalhos diversos. Fico muito honrada de ter esses parceiros com carreiras especiais. Isso faz eu me sentir especial também. Só tenho a agradecer o companheirismo e admirá-los de perto e de longe — descreve Dira.

A atriz, aliás, é uma das que mais compartilharam cenas de outras produções com colegas de elenco do remake de Bruno Luperi. Murilo Benício, o Tenório, e Jesuita Barbosa, o Jove, são alguns nomes dessa lista.

O intérprete do filho de José Leôncio (Marcos Palmeira) também já fez no passado algumas parcerias com atuais colegas, bem como Juliano Cazarré, que vive Alcides, e Marcela Fetter, a jornalista Érica. O EXTRA separou uma lista com laços que os artistas do folhetim pantaneiro já tiveram em novelas, séries e filmes: tem padrasto, afilhado, sócio, parceiros policiais... Confira a seguir!

Dira Paes e Murilo Benício

“Ih, Filó foi flagrada furando o olho da Mary Bru também?”, brincou Dira Paes ao relembrar uma parceria com Murilo Benício em outro remake. Em “Tititi”, novela exibida entre 2010 e 2011, o Tenório de “Pantanal” viveu Ari, o estilista Victor Valentin, enquanto a Filó da atual novela das nove era Marta. No fim da trama, os dois personagens terminaram juntos e superapaixonados, com direito até a cena de beijão. A atriz relembrou ainda outra parceria com Murilo antes do romance na ficção: “Pude contracenar com ele num de seus primeiros trabalhos, ‘Irmãos Coragem’”.

Dira Paes e Irandhir Santos

Os atores, que vivem Filó e Zé Lucas, se encontraram em outro projeto antes de “Pantanal”. Em 2016, os dois interpretaram, respectivamente, a professora Beatriz e o vereador Bento, namorados em “Velho Chico”. “Como é bom quando os caminhos se encontram e se reencontram! Sempre incrível trabalhar com você”, elogiou Dira ao compartilhar no Instagram a memória com Irandhir, que retribuiu: “Que sorte a minha te reencontrar em histórias tão potentes! Admiro tanto e cada vez mais”.

Jesuita Barbosa e Dira Paes

Em 2019, os atores interpretaram mãe e filho na novela “Verão 90”, relação parecida com a que existe hoje em “Pantanal”, já que, como destaca Jesuita, “Filó é uma figura maternal”. O ator que interpreta o Jove da trama das nove antes viveu Jerônimo, o filho mais velho de Janaína, um rapaz invejoso que sonhava ser rico. “Estar com Jesuita e poder ter cenas intensas com ele é lindo, vejo o crescimento e a beleza desse ator”, elogia Dira, que também foi mãe de Rafa Vitti em “Verão 90”.

Dira Paes e Marcos Palmeira

Quem também é parceiro antigo da atriz é Marcos Palmeira, o Zé Leôncio de “Pantanal”. Em 2014, em “O rebu”, a dupla viveu a inspetora Rosa e o delegado Pedroso. Eles investigaram uma morte numa festa na trama da época e ficaram juntos no final. “Minha dupla de outras tramas... Ou melhor, outros mistérios”, descreveu a artista ao compartilhar fotos de “O rebu”. Ao EXTRA, ela completa: “Marquinhos é o ator com quem mais trabalhei e contracenei de diversas formas: amigo de trabalho, irmão (no filme “Anahy de las misiones", de 1997, e em “Irmãos Coragem”, de 1995), marido e mulher (em “E aí... Comeu?”, de 2012), amantes (em “Casamento de Louise, de 2001)...”.

Murilo Benício e Juliano Cazarré

A relação de Tenório e seu ex-peão Alcides (no detalhe, em que também aparece Guta, vivida por Julia Dalavia) não é o primeiro trabalho dos atores juntos. Eles foram parceiros numa equipe policial e também padrasto e enteado. Em 2012, em “Avenida Brasil”, Cazarré interpretou Adauto, personagem que se envolvia com Muricy (Eliane Giardini), mãe de Tufão, interpretado por Murilo. Um ano antes, no seriado “Força-tarefa”, os dois viveram cenas de ação como o tenente Wilson (Murilo) e Irineu (Cazarré).

Murilo Benício e Marcela Fetter

Até a atriz que faz Érica, jornalista por quem Zé Lucas se apaixonou em “Pantanal”, tem seus laços anteriores à novela. Marcela foi Cecília, filha do prefeito Adriano Marques Torres, vivido por Murilo Benício, na minissérie “Se eu fechar os olhos agora”. Na produção de 2019, a jovem tinha uma irmã mais nova, Vera Lúcia, interpretada pela atriz Júlia Svacinna. A mãe delas e primeira-dama era Isabel, vivida por Débora Falabella.

Irandhir Santos e Murilo Benício

Essa parceria é fresquinha. Em “Amor de mãe”, exibida entre 2019 e 2021, os atores que hoje são Zé Lucas e Tenório foram sócios nos negócios. Ambos empresários, Irandhir era o vilão Álvaro e Murilo interpretou Raul. No fim do folhetim, que foi ao ar no início do ano passado, Álvaro acaba morto depois de uma briga com Raul. Eles também estiveram juntos em “Amores roubados”.

Dira Paes, Osmar Prado, Murilo Benício e Irandhir Santos

Em 2014, a minissérie “Amores roubados” reuniu o quarteto de “Pantanal”. A trama de oito anos atrás tinha um casal bem diferente da novela das nove atual: Dira era Celeste, casada com Roberto, interpretado por Osmar Prado, o Velho do Rio. “Osmar Prado é um companheiro de vida, uma das referências que eu tenho. Ter podido ser mulher dele com cenas tão complexas e difícieis de se fazer foi muito especial”, lembra Dira. O personagem do ator era amigo de Jaime (Murilo Benício), que, por sua vez, tinha como afilhado e braço-direito João (Irandhir Santos). Que mundinho pequeno esse!

Irandhir Santos e Jesuita Barbosa

As imagens do filme “Tatuagem”, de 2013, repercutiram nas redes sociais recentemente: “Poucos sabem que Jove vai trocar Juma pelo irmão José Lucas”, brincaram internautas. Se na novela das nove Jesuita e Irandhir interpretam irmãos, no longa eles viveram, respectivamente, um soldado e um artista que se apaixonam no fim da década de 70. A cena de um beijo no rio lembrou o visual pantaneiro e logo a brincadeira surgiu na web. “A Juma vai ficar com ‘reiva’”, divertiu-se uma pessoa na internet. “Reencontrar Irandhir foi reencontrar um irmão, que é o que fazemos hoje como personagens, mas também no sentido profissional, agora mais maduros”, comenta Jesuita.

Selma Egrei e Irandhir Santos

Em “Velho Chico”, de seis anos atrás, o personagem de Irandhir também contracenou com Encarnação, personagem centenária que era interpretada por Selma Egrei, a dona Mariana de “Pantanal”. Para a atriz, o papel da novela de 2016 foi um de seus trabalhos mais marcantes na carreira.

Camila Morgado e Caco Ciocler

Se hoje eles foram os cunhados Gustavo e Irma de “Pantanal”, lá em 2005 os atores viveram o casal May e Ed da novela “América”. Na trama atual, o terapeuta e a filha de Mariana (Selma Egrei) chegaram a se beijar, mas o envolvimento dos dois não foi tão intenso quanto no passado. No folhetim de 17 anos atrás, Camila e Caco foram noivos na ficção. A personagem da atriz era vilã da história e, no fim , não terminou com Ed.

Jesuita Barbosa e Camila Morgado

Mais um laço de atores de “Pantanal” está presente no remake de “O rebu” e esse também é bem diferente do vivido agora na novela. Os personagens de Jesuita e Camila, que são sobrinho e tia, como Jove e Irma, foram os apaixonados Alain e Maria Angélica. Na festa de luxo que permeia a trama de “O rebu”, os dois tiveram um envolvimento.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos