Marilu Bueno viveu o mesmo papel na primeira versão e no remake de 'Guerra dos sexos' quase 30 anos depois

A atriz Marilu Bueno, que morreu nesta quarta-feira, dia 22, deu vida duas vezes a personagem Olívia, de "Guerra dos sexos". Uma em 1983, ao lado de Fernanda Montenegro e Paulo Autran, e outra em 2012 com Irene Ravache e Tony Ramos na pele dos protagonistas Charlô e Otávio. Na época do remake, quase 30 anos depois da primeira versão, a atriz contou quando recebeu o convite do autor Silvio de Abreu para participar novamente da novela, não pensou duas vezes para aceitar o papel:

— Na hora só pensei na felicidade que estava sentindo. Amei fazer a personagem na década de 80 e adorei saber que também faria novamente. Faria de novo quantas vezes fosse.

Marilu afirmou ainda que a criada era justamente a ligação entre o passado e o presente da novela.

— Olívia é a única que sabe como a mansão funcionava, como era o comportamento dos antigos donos. Em suas cenas, ela conversa com os quadros, faz comentários que reforçam o passado ali. Ela fala como era com Charlô I e Otávio I. Por meio de suas lembranças é que Silvio liga uma novela à outra — explicou a atriz, que precisou se esforçar para não usar referências da primeira versão da trama: — Fiz um trabalho mental muito sério para esquecer a novela anterior e poder focar nesta Olívia.

Olívia marcou também a volta de Marilu à Globo. A atriz ficou quatro anos trabalhando na Record:

— Fiquei quatro anos na Record e fiz dois trabalhos lá a convite de um diretor. Foram trabalhos bons, eu sempre gosto de trabalhar. Mas sou muito grata ao Silvio de Abreu por ter me convidado para ‘Guerra dos sexos’.

Marilu estava internada no Hospital Municipal Miguel Couto, na Zona Sul carioca, desde o início do mês de junho. A causa da morte não foi divulgada pela família.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos