Marilyn Manson se manifesta sobre acusação de abuso sexual: 'Horríveis distorções da realidade'

O Globo
·1 minuto de leitura

Marilyn Manson se manifestou publicamente sobre as alegações de que havia abusado sexualmente Evan Rachel Wood, sua ex-noiva. O cantor usou seu perfil do Instagram para contar sua versão da história no fim da última segunda-feira.

"Obviamente, minha vida e minha arte sempre foram ímãs para polêmica, mas essas recentes afirmações sobre mim são horríveis distorções da realidade", disse ele em um comunicado postado em seu Instagram. "Meus relacionamentos íntimos sempre foram inteiramente consensuais com parceiros que pensam como eu. Independentemente de como - e por que - os outros agora estão optando por deturpar o passado, essa é a verdade."

Embora os comentários tenham sido desativados, a esposa de Manson, Lindsay Usich, curtiu o post.

A declaração de Manson veio horas depois de pelo menos cinco mulheres — Ashley Walters, Sarah McNeilly, Ashley Lindsay Morgan, uma artista que se identificou como Gabriella e Wood — que detalharam os casos de abuso sexual e emocional que elas enfrentaram nas mãos do artista.

Suas alegações incluem má conduta sexual, manipulação e algumas alegações de serem mantidos em cativeiro contra sua vontade e abuso físico.