Marina Ferrari teme perder seguidores ao falar de política: "Ainda não me decidi"

Jakelyne Oliveira e Marina Ferrari em evento no Rio de Janeiro (Léo Franco e Marcelo Sá Barretto da AgNews)
Jakelyne Oliveira e Marina Ferrari em evento no Rio de Janeiro (Léo Franco e Marcelo Sá Barretto da AgNews)

Com a aproximação da eleição de 2022, muitos famosos e influenciadores digitais preferem ficar em cima do muro para não perderem seguidores por posicionamentos políticos mais contundentes. Recentemente, Carlinhos Maia explicou que prefere não falar publicamente sobre as eleições para não perder popularidade.

Marina Ferrari, ex "A Fazenda", confirmou que o medo é real entre os influenciadores digitais. "Óbvio que eu tenho medo. A gente sempre tem, é o nosso trabalho, a cada seguidor ali a gente trabalhou muito pra conquistar, né? São dez anos que eu estou ali conquistando um por um", contou ela.

Para Marina, deixar de se posicionar politicamente não significa ter uma postura sem transparência. "Sempre sou muito verdadeira com eles. Quando erro, peço desculpa; se faço algo, se falo algo que desagrade, vou lá e sou muito verdadeira com meus seguidores. Então, não tenho medo de perder de vez.

Nós somos temos direito de errar ou falar alguma besteira ou fazer alguma besteira, mas acho legal reconhecer o erro e passar por cima e voltar e voltar mais sempre mais forte".

A influenciadora explicou que sempre preferiu fugir de brigas e polarizações, e que prefere falar sobre outros assuntos menos polêmicos. "Às vezes é melhor evitar conflito com marcas e com pessoas, com familiares, com qualquer coisa na minha vida. Óbvio que fujo de conflito, quem me acompanhou na 'Fazenda' sabe que fujo de briga e sou muito paz".

Sobre votar em Jair Messias Bolsonaro (PL) ou Luiz Inácio Lula da Silva para a presidência em outubro, Marina afirmou que ainda não se decidiu. "Então, a gente sabe a história de cada um por trás, né? Tipo assim, o que agrada a gente, o que nos desagrada, tem óbvio, familiares que a gente conversa, amigos que a gente conversa sobre, mas ainda estou estudando. Na verdade ainda estou indefinida. Ainda quero estudar mais pesquisar mais ainda sobre pra poder me decidir".