Marina Ruy Barbosa nega que seus negócios tenham patrocínio de homens: 'Sou a minha velha da lancha'

·1 min de leitura

A atriz Marina Ruy Barbosa negou que seus negócios, assim como sua marca, recebam patrocínios ou aportes financeiros de homens. A artista usou as redes sociais para falar do assunto e repercutir especulações que circulam sobre suas atividades profissionais fora da dramaturgia. Ressaltou a necessidade em dar mérito para as mulheres e os trabalhos que realizam.

"Entendo que seja difícil entender e acreditar que por trás da minha marca não tem um grupo grande e principalmente que não tenha dinheiro de um homem na empresa. Sorry, mas nunca teve", comça ela, num pronunciamento pelo Twitter.

"Qualquer notícia sobre isso é mentira. Aprendam a dar os méritos para as mulheres, galera. Já tiveram fundos e investidores interessados, sim, mas a empresa não foi vendida. Muito menos a (marca) Ginger teve injeção de capital de nenhum empresário ou grupo. Mais uma vez, precisamos aprender a respeitar a história de mulheres que constroem seu próprio caminho."

Ainda sobre a situação, Marina conclui: "Eu sou minha própria velha da lancha!".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos