Marinha americana confirma que vídeos com óvni divulgados em 2017 são reais

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Marinha americana reconheceu que vídeos divulgados por um piloto em 2017 mostrando um objeto não identificado são reais. Na época, o piloto David Fravor registrou imagens de um objeto voador que se movia rapidamente, mas não houve nenhuma declaração oficial sobre o fato. 

Agora, a Marinha reconhece que os vídeos não foram manipulados, mas que ainda não é possível dizer do que se trata, ou seja, são óvnis (objetos voadores não identificados).

Joe Gradisher, porta-voz da Marinha americana, ainda explicou que os seus pilotos são encorajados a denunciar esse tipo de vídeo para que eles possam investigar do que se tratam os objetos. "Por muitos anos, nossos aviadores não relataram essas incursões por causa do estigma associado a terminologias e teorias anteriores sobre o que pode ou não estar nesses vídeos", disse ele em entrevista à rede americana CNN.

"A única maneira de descobrir o que são esses objetos é incentivar os trainees a denunciá-los quando os virem", concluiu o porta-voz. 

Trechos de vídeos divulgados entre dezembro de 2017 e março de 2018 mostram um objeto se movendo rapidamente, de um lado para o outro. No áudio, os pilotos conversam tentando entender do que se trata. Em um dos diálogos, um deles diz: "É um drone, cara?", e outro responde: "Meu Deus, ele está voando contra o vento. Olha isso, cara!".

O objeto era "branco, retangular, apontava para o norte e se movia de forma irregular", segundo descreveu o piloto David Fravor à CNN na época da divulgação do vídeo. 

Ele ainda contou que o objeto mudou de direção rapidamente para o sul e, depois, desapareceu em segundos. Ele não tinha asas e não poderia ser comparado a um helicóptero por causa da rapidez com que se movia.