Marinho pede pés no chão após goleada do Flamengo e explica indignação em vídeo com Arrascaeta

Marinho deu três assistências na vitória do Flamengo no Maracanã (Fotos: Gilvan de Souza/Flamengo)


Eram os times reservas, é claro, mas o Flamengo atropelou o Athletico-PR no último confronto antes do jogo de volta das quartas de final da Copa do Brasil na próxima quarta-feira, na Arena da Baixada. Autor de três assistências no 5 a 0 no Maracanã, Marinho comemorou o importante resultado para as pretensões no Campeonato Brasileiro, mas pregou cautela sobre qualquer empolgação do duelo decisivo.

- A gente tem que aproveitar esse momento para estar feliz pela vitória, mas já temos que virar a chave. Não podemos nos empolgar com nenhum resultado. Quarta-feira é um jogo muito difícil, em um estádio que conhecemos bem. Eles são muito fortes lá. Vai ser um jogo muito duro e temos que nos preparar para isso. A gente sabe que o jogo vai ser difícil. Foi complicado aqui e será também lá para os dois times. Vamos treinar essa semana aí para nos prepararmos. Não podemos nos empolgar por hoje, a equipe vai ser diferente, assim como a nossa. Temos que manter os pés no chão e seguir trabalhando - avaliou.

- O que a gente tem que fazer é continuar nosso trabalho. Independente se o campo é diferente, a equipe é diferente. Temos que manter nosso trabalho em alta e a concentração. A equipe deles, como é muito rápida, eles marcam alto para sair no contra-ataque. A gente trabalhou isso e não deu espaço. Nossa defesa foi muito bem hoje. Temos entrado e conseguido os resultados. Isso mostra a força do elenco - completou.

Veja a tabela do Brasileirão

Ao longo da semana, viralizou um vídeo nas redes sociais onde Marinho foi superado por Arrascaeta no mano a mano durante um treino no Ninho do Urubu. Driblado, o baiano pareceu contrariado com a jogada. Na zona mista do Maracanã, o atacante explicou. Assista aqui.

- Não tem como ficar marcando o Arrascaeta, meu irmão. Eu estava ali de bobão. Normalmente tento fugir da marcação, mas como eu estava ali sempre dá BO comigo né (risos). Mas tudo certo - brincou.

Marinho tentou até o final deixar o gol dele e pareceu chateado ao ser substituído. Ele minimizou o momento. Com o resultado, o Flamengo sobe para a segunda posição do Brasileirão, com 39 pontos, e aguarda o resultado do Fluminense para saber se permanece como vice-líder. O Palmeiras, em primeiro, tem 48.

- Foi bom né. Quero contribuir com assistência, mas também tem que fazer uns golzinhos né. Tá dando certo, o importante é a vitória. Desfrutar bem desse resultado hoje. Mas a gente já tem que virar a chave porque quarta-feira vai ser um grande jogo. Eu queria bater a bola fechada mesmo, eles tiraram. Não saio bolado não. A gente quer sempre estar em campo, mas está tudo certo. O Flamengo ganhando, seguimos felizes - finalizou.